Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Os incautos do facebook

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 02/05/2012 Colunista: Carlos Pinto

“As pessoas devem

novamente aprender a trabalhar,

em vez de viver por conta pública.”

(Marcus Tullius – Roma – 55 a.C.)

Nos meios digitais a eleição corre a todo vapor, da maneira mais torpe que se possa imaginar. Tem pré-candidato a vereador e seus asseclas, que não se vexam nem em atacar políticos mortos, impossibilitados que estão de se defender. É o caso de um que é funcionário público, que na falta do que fazer resolveu jogar lama em um ex-prefeito e em um ex-governador. Sem falar nos ataques à administração municipal e em pré-candidatos. Enfim, cada um dá o que tem.

Outra aspone de um pré-candidato resolveu raquear o facebook de um pedófilo americano que está em cana, e utilizá-lo para os mesmos fins. Descoberta, tirou rapidinho o material do ar. Depois não querem que o governo adote medidas de proteção contra os que utilizam mal esses meios de comunicação.

 Tem gente que perde a noção das coisas em épocas eleitorais. Tem uma figura que resolveu usar um próprio público para as comemorações do seu aniversário, convidando candidatos para a festa que se transformou num comício. Como diz o Boris Casoy, “é uma vergonha”.

É claro que os atingidos estão só guardando esse material, talvez para uma época mais oportuna. Quem sabe? Agora, não dá para cuspir no prato onde se come há anos. Determinada figura festeira, acostumada a se aproveitar do governo em atividade, mudando mais de lado do que de vergonha, resolveu agora adotar uma fantasia ornada de penas, acreditando que está tudo dominado. Ocorre que a ave à qual está se agarrando corre sério risco de extinção, segundo os ambientalistas de plantão.

Mas a fila anda e nesse andar, muita água vai passar para o ralo, como indo para esse mesmo ralo estão as nossas esperanças de ter uma segurança digna. Esperanças de ter uma polícia com melhores salários, uma educação em escolas que não estejam caindo aos pedaços como é o caso da Emilio Justo, na Vila Progresso. Que funcionários de hospitais do Estado e FATEC´s não precisem recorrer ao estado de greve para obtenção de melhores salários.

Aliás, esses incautos do facebook fariam um grande bem à sociedade, se aliando aos demais de suas categorias, buscando a solução dos problemas acima citados. Que deixem de lado essa forma surrada de fazer politicalha, onde no fundo só pensam em vantagens pessoais, e tratem de produzir alguma coisa concreta que beneficie algum segmento da sociedade.

A política nacional já está cheia pinóquios e não necessita renovar o estoque. Partido político não é lugar de fofoqueiros e maledicentes, tampouco de oportunistas cuja única bandeira é o próprio egocentrismo. Da forma como a coisa está acontecendo nas redes sociais, não duvido que em breve tempo, alguém venha a ter problemas com a justiça eleitoral. Como disse antes, tem gente que está guardando tudo, inclusive os vídeos que são postados. E não adianta deletar. Tecnicamente isso é ilusório.