Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Online » A Toca

Ex- Senador boliviano está se sentindo em casa

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 16/09/2013 Colunista: Erre

EX-SENADOR BOLIVIANO QUE FUGIU PARA O BRASIL É ACUSADO DE CORRUPÇÃO. ENTÃO ESTÁ SE SENTINDO EM CASA.

***

Dilma e Obama tiveram um rápido encontro na Rússia, mas não vazou nada sobre o que ele disse. O que ela disse ele já sabia.

****

Mas já estão desmentindo que ela tenha pedido uma cópia do “sistema” dele, para monitorar os tucanos...

*****

ESSE DESMENTIDO TEM LÓGICA. QUEM ELA TEM QUE MONITORAR É O LULA.

*****

Bloco Simpatia É Quase Amor Pelos Mensaleiros desfilou no Supremo. Talvez nem precisem gastar aquele dinheirão para transformar a penitenciária em hotel de luxo. Talvez eles jamais tenham que pisar lá.

****

Pensando bem, os espionados não devem se preocupar muito com a espionagem americana por razões de segurança. Bela segurança a deles, que considerava seguro confiar no Snowden...

****

Viram, outro dia, no UOL?  Começou a campanha contra Joaquim Barbosa: o escalado para a vingança foi o Ínclito, Impoluto, Ético, Insuspeito, um novo Madaleno Arrependido, Valdemamar (nas tetas do PT) Costa Neto!  Brabosão deve estar morrendo de medo, né?...

****

Evo Morales já tomou na marra uma refinaria da Petrobrás, outro dia andou conversando com Dilma. Está querendo a Presidência da estatal ou só mais uma refinariazinha chega?

****

As ironias do destino... Justamente o Ministro Celso de Mello, um dos mais severos (Brabosão é o maior) dos indignados com a quadrilha de mensaleiros, pode (tomara que não!) tomar uma decisão que talvez até ajude alguns deles a continuarem a debochar da Justiça. Chamam de Ciência do Direito – imaginem se fosse Ciência do Tortuoso!

****

Ei, Excelência, que tal inverter totalmente a situação? É só negar o cabimento  dos tais “embargos infringentes” e dar a essa boa gente o direito de pleitear – da cadeia – a devida revisão criminal!  Aí, eles, que se mostraram craques em desmoralizar a Justiça protelando o processo, teriam oportunidade de mostrar como também são bons em dinamizar e acelerar todos os rituais, tentando uma revisão para sair logo do xilindró!  Pau neles, Decano!

****

Isso é que seria sábia decisão: mata de uma vez os famigerados embargos e abre caminho para o Exército de Advogados Maravilhosos encontrar fórmulas rápidas para as revisões criminais!

****

O mais novo ministro do Supremo, na TV, dá sempre a impressão de que acabou de sair do banho naquele instante. Mas continua sempre Barroso.

****

E quando declara que decide de acordo com sua consciência, acredito. Com plena consciência inclusive de que foi posto lá pelo atual governo, né?

****

Confesso simpatia por Gushiken: ele também não acreditava em médicos cubanos.

****

Cada vez que pipocam as falcatruas no Ministério dos Transportes fico imaginando os sustos no governo: que desfalque se um cofre desses cai nas mãos de gente decente!

****

“Veja” comete lamentável injustiça ao misturar e fazer analogia entre a decisão que o Ministro Celso de Mello deve tomar, o episódio de Pilatos lavar as mãos e a traição de Judas (da capa “Eis o homem”, do latim “ecce homo”). A revista ignorou que Celso de Mello decidirá por seu senso de Justiça e não por 30 dinheiros.

****

DIREITA E ESQUERDA, HOJE EM DIA, DIFERENCIAM APENAS A MÃO QUE ENFIA O DINHEIRO NO BOLSO.

***

 

 

(*) Erre & Alzha, casuísticos infringentes declaratoriamente associados.

Erre(*) é jornalista pela lateral, direita de quem ataca, esquerda de quem defende, ponta-de-lança-chamas, ou não chamas, beque-de-fazenda, sítio ou chácara, rasga de bico e bola pro mato que o jogo é de campeonato.