Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » Horóscopo

Signo do Mês – ESCORPIÃO

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 23/10/2013 Colunista: Silvia Helena Francisco

O sol entra no signo de escorpião, signo que representa uma fase de morte e transformação que deverá ser intensamente vivenciada, para dar lugar à última etapa do ciclo de água desse ano.

 O seu tema, muitas vezes mal entendido, é a mudança profunda e definitiva. Esta mudança é quase sempre temida e evitada a todo o custo, mas precisamos retirar do caminho algumas coisas antigas, para dar lugar a  novas

Neste segundo signo de Água, a vivência dos sentimentos é intensa, profunda, muitas vezes, inconsciente. Os sentimentos "infantis" dão agora lugar a uma expressão mais interiorizada e secreta, com um toque de imposição e extremismo. A maneira fixa desse momento vem acrescentar a esta intensidade emocional uma grande tenacidade, bem como uma necessidade de continuidade e segurança. A Água Fixa de Escorpião é a que mais se apega aos sentimentos, procurando segurança, mas é também a que tem maior capacidade de transformá-los.

Existirá nesse momento carisma, poder de sedução e capacidade de descobrir as motivações ocultas nos outros. Quando o Escorpião compreende que não tem de estar sempre se defendendo, inicia a verdadeira descoberta de si mesmo: um ser em permanente mudança.

Então, os sonhos esquecidos renascem em nossas almas e nós os reforçamos com nossa fé na esperança, na alegria e na vida. O que ficou para trás e o que está à nossa frente são coisas insignificantes, comparadas ao que está dentro de nós.

Haverá uma excessiva ênfase de energia desse momento, a transformação se faz necessário, não podemos mais ficar estagnados, pois os sentimentos não tem um poder de transformação, mas as ações sim, por isso Escorpião tem como regente Plutão e como co-regente  Marte; a ação, a luta, estamos em um momento em que o nosso  guerreiro é confrontado com nossos  ‘demônios’ interiores, e mudar não é só preciso, se torna necessário para nossa evolução de alma.