Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Online » A Toca

Boletim do xadrez

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 22/11/2014 Colunista: Erre

O que eles vão dizer lá em casa?

 

COM ESSA NINGUÉM CONTAVA: O SOL NASCE QUADRADO PARA TODOS!

***

Ladrões sendo tratados como ladrões!

***

E na cadeia nenhum deles consegue dormir sossegado. Cada um sabe do que o outro é capaz...

***

E na mansão de um figurão petista da Petrobrás a criança de 7 anos avisa:

-“A sirene não era da polícia, era da ambulância... Pode sair de debaixo da cama, papai...”

***

A LEI DO CÃO: LADRÃO QUE É LADRÃO, NÃO FAZ DELAÇÃO!

***

NÃO ACEITAM A DELAÇÃO PREMIADA. NEGÓCIO DELES É A CONTRATAÇÃO PREMIADA.

***

Esta semana as reuniões das altas administrações de empreiteiras só tinham no salão as secretárias e o pessoal que serve o cafezinho...

***

Indignados com a prisão os magnatas queriam fazer um protesto e alguém chegou a falar em greve de fome. Não deu certo, nenhum deles sabe o que é fome.

***

Não, o amigo deles que mandou telegramas de autoajuda dizendo que ‘um mês passa depressa’ não foi o Maluf.

***

ALIÁS, QUE SAUDADE DOS BONS TEMPOS DO MALUF, RECONHECERAM OS MAGNATAS. ELE ASSUMIA TUDO SOZINHO, NUNCA SOBROU PRA NENHUM DELES...

***

Bandidagem de Curitiba abandonando a cidade. A cadeia de lá está muito mal frequentada.

***

DILMAGDA ESTAVA NA AUSTRÁLIA, LEVOU 2 DIAS PARA FALAR DAS PRISÕES. UM DIA PARA PARAR DE TREMER, OUTRO PARA TREINAR FINGIR QUE FOI BOM PRA ELA...

***

Do jeito que estão pintando as apurações sobre os escândalos na Petrobrás, inclusive no exterior, desde o tempo em que não viu nada debaixo do próprio nariz, talvez nem seja o caso de impeachment, seja só de demissão por justa causa...

***

Por via das dúvidas é bom ir preparando um novo PAC bem depressa: Programa de Adaptação de Cadeias!

***

A HISTÓRIA SE REPETE. NOVAMENTE O “ROUBA, MAS FAZ”, MAS SÓ COM A PARTE DO “ROUBA”.

***

Claro que o pessoal técnico da Petrobrás estranhava e discutia as monstruosas diferenças entre os preços orçados para as obras e os custos a que chegavam os faturamentos. E a cambada instalada lá recebia as denúncias e tomava providências: demitiam quem fazia orçamentos abaixo dos interesses...

***

ALGUNS DIAS DE CADEIA: É SÓ ENCARAR COMO TREINAMENTO PARA O FUTURO.

***

Satélites que monitoram os incêndios florestais no País detectaram grande aumento na quantidade de fogueiras. São as queimas de arquivos...

***

DA FOGUEIRA DAS VAIDADES, PARA A FOGUEIRA DAS PROVAS !

***

Pensando bem, dificilmente em suas vidas esses magnatas passaram alguns dias cercados de tanta segurança, né?...

***

(Deixando de lado, naturalmente, a péssima companhia de tantos ladrões...)

***

A INCRÍVEL CARREIRA DESSES MAGNATAS: CONTROLE DE MEGAEMPRESAS, MILHARES DE EMPREGADOS, MANIPULAÇÃO DE BILHÕES DE REAIS, PODER E FAMA INTERNACIONAL, TUDO PARA ACABAR O CURRÍCULO COMENDO EM QUENTINHAS E DORMINDO EM COLCHONETES NO CHÃO DE UMA CADEIA!

***

(ENTÃO, NO ÚLTIMO DIA DO PRAZO DA CADEIA, O MAGNATÃO-MÓR DO PEDAÇO BATEU O MARTELO: “FICAM ENTÃO ESTABELECIDOS OS NOVOS LOTEAMENTOS DE OBRAS E PARA COMPENSAR OS PREJUÍZOS A NOVA COMISSÃO PASSA A SER DE 5%. ESTÁ ENCERRADA A REUNIÃO! VAMOS PRÁ CASA.”)

***

A Toca -  Ano I DCDirceu em Casa, mas um monte de outros iniciando a Maratona para o Xilindró! Já vão tarde, pilantras!)

 

(*) Erre & Alzha estagiários-aprendizes pré-salinizados.

Erre(*) é jornalista, vertiginosamente vagaroso (cabe recurso!), passageiro da lista de clandestinos (mas cabe recurso!), macumbeiro protestante (em liberdade por recurso extraordinário!), porta-estandarte do bloco da Bola Quadrada do Boliche Ultramarino (cabem embargos infringentes!), morre de inveja dos superempreiteiros e superempresários que um dia vão poder contar a seus netos a aventura de passar alguns dias comendo de quentinhas na cadeia (enquanto esperam a absolvição depois do milésimo recurso)!  Datas vênia e venais!