Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Online » A Toca

... E A DÉBITO NO MORAL.

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 11/12/2014 Colunista: Erre

APROVA AÍ. E PASSA NO CAIXA!

***

Todo homem tem seu preço. E congressista fecha por verba de 748 mil.

***

Cooptaram o Levy quando souberam que ele é de Chicago. Será que confundiram Chicago, da escola dos economistas famosos, com Chicago do Al Capone ?

***

O maior papo furado para embrulhar brasileiro é que “o voto é a sua arma”. Que porcaria de arma é essa se é das urnas que saem quem mais assalta o povo?...

***

Então, na casa do magnatão da empreiteira, a esposa dele se queixa amargamente para a sogrona que é a primeira vez na vida que ele foi sozinho para um spa!...

***

#ROUBEI PORQUE FUI OBRIGADO!

***

#ALGUÉM ACREDITA NISSO?

***

Todo homem tem seu preço. E o de político tem abatimento.

***

SE POR 748 LEGALIZARAM O QUE ERA CRIME, O QUE NÃO FARIAM POR 749!

***

Todo homem tem seu preço. E na era do euro e do dólar, ainda aceitam reais.

***

A cavalo dado não se olham os dentes; a propina gorda não se olha a origem!

***

Ironia de rival do magnatão da empreiteira: “Então, quando o camburão da PF chegou, ele disse para a esposa -- meu bem, arruma a maleta que eu vou passar uns anos na cadeia e já volto...”

***

#CADEIA ACABA LOGO, MILHÕES DE DÓLARES SÃO PARA SEMPRE.

***

A vergonha podia ser ainda pior. A maioria topava aprovar até por 100 mil.

***

TIRIRICA VOTOU CONTRA. NO CIRCO ELE FAZ O SHOW DE PALHAÇO, NÃO O DOS CACHORRINHOS AMESTRADOS.

***

Islã: decifra-me ou te degolo.

***

Todo homem tem seu preço. Compre um e leve um partido.

***

A compensação do destino é que enquanto dois juízes caem na mídia pagando mico de deuses e deslustrando a Justiça, outros mandam para a cadeia falsos deuses que não acreditam na Justiça. (E ainda estão faltando uns tantos...)

***

Os especialistas em bordar currículos e escrever biografias bem pagas estão com problemas. Como registrar esse tempo de cadeia dos magnatões das empreiteiras?... Viagens a negócios?... Recolhimento para meditação espiritual?... Tempo preparatório para aperfeiçoamento de futuros negócios (não deixar rabo, por exemplo)?...

***

Um título de novela policial pode ser “Meus dias de Maluf”!

***

#DEVOLVER NUNCA!

***

#Cuméquia saber? Tava sempre viajando!

***

#Disfarça e diz que é caixa 2!

***

E TEM A INDIGNAÇÃO E A BRONCA DO PERPLEXO MAGNATÃO DA EMPREITEIRA, INCONFORMADO: “QUE PAÍS É ESTE! NEM OS GRANDES CORRUPTORES PODEM MAIS VIVER SOSSEGADOS!”

***

E AÍ, NA ALTA RODA:

#XI, SUJOU! VAZA QUE É A PULIÇA!

***

A Toca - Ano I DC – Dirceu em Casa, mas um monte de outros iniciando a Maratona para o Xilindró! Já vão tarde, pilantras!)

 

(*) Erre & Alzha, #babacas unidos no mesmo pinico.

Erre(*) é jornalista, altruísta de segunda mão, nunca atrasou para pegar avião, nunca dirigiu sem documentos do carro e sem carteira de motorista, nunca nem teve a menor ideia – quem diria! -- de que seria assim que deus voltaria a se manifestar ao vivo e em cores em nossos tempos, e não nas enganações diuturnas da tv, gorduroso a seco-cantareira, sem hidrogel nos glúteos (palavrinha deliciosa da nossa língua – a nossa, não o dilmês castigo [o dela, castiço é o português do empório] – dando água na boca), quando é que