Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Os provocadores

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 09/04/2016 Colunista: Carlos Pinto

“As leis são como as teias

de aranha; os pequenos insetos

prendem-se nelas, e os grandes

rasgam-nas sem custo. ”

(Anacorsis = 600 a.C)

 

O curso da história termina, por vezes, na repetição de fatos antes acontecidos, o que é uma demonstração da falta de conhecimento e de cultura de um povo, no cometimento dos mesmos erros. Quem observou os fatos ocorridos antes de 1964, e hoje observa o que está ocorrendo neste país, tem a nítida certeza de já ter visto tais ocorrências anteriormente.

Uma serie de falastrões, se arvoram em líderes de si mesmos, provocando céus e terras, com promessas de guerras e invasões com suas foices e enxadas. São as novas edições dos cabos Anselmo da vida, que para quem tem um mínimo saber da nossa história, sabe bem quem era esse agente duplo.

Suas delações e articulações junto aos órgãos da repressão, resultaram em uma serie de mortes daqueles que achavam ser ele um companheiro de lutas. E como ele, outros houveram e que se acostumaram a usufruir particularmente, dos resultados de inúmeras ações de expropriação em bancos e residências.

O momento que vive a nação, está a requerer uma boa dose de bom senso de todos os envolvidos, no sentido de evitar um mal maior. Está claro que o governo perdeu totalmente o controle de tudo, e se apoia na fala desses boquirrotos, com a premissa de que vai se salvar, estimulando uma luta entre irmãos, que só interessa a quem está no poder.

Declarar o simples impedimento da atual presidente, também não vai refrescar o calor dos debates. O ideal é a realização de eleições gerais para todos os níveis, com o afastamento de todos aqueles que estejam respondendo por crimes de prevaricação, sonegação, desfalques, formação de quadrilhas e corrupção.

O Brasil precisa ser passado a limpo, de uma forma que estes escândalos que hoje ocorrem, sejam minimizados ou totalmente erradicados. Políticos que a vários anos vem sendo denunciados por práticas lesivas ao País, precisam e devem ser afastados da vida pública, se possível, eternamente. A sociedade brasileira não suporta mais pagar por tantos canalhas que se tornaram milionários da noite para o dia, enquanto o povo tenta sobreviver nesse quadro de miséria social que o Brasil atravessa.

Quanto aos boquirrotos que fazem comícios em palácios sob os olhares beneplácitos dos atuais governantes, ou rodam os países bolivarianos buscando apoio para uma guerra sem fronteiras, a eles deve ser aplicada a lei. Os que ameaçam matar este ou aquele, mas que na verdade quando soar o primeiro tiro vão correndo para debaixo da primeira cama que aparecer, esses devem ser enquadrados de acordo com os crimes que estão cometendo.

A nação precisa de paz e de políticos de caráter, que respeitem a Constituição, e trabalhem em favor da sociedade brasileira como um todo. Que cada um cumpra a sua parte, no apoio às instituições no sentido de investigar e punir todos os culpados por esta crise que não foi criada pelo povo.