Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Online » Fórum

PEC 241 apenas congela déficit de R$ 4 trilhões

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 14/10/2016 Colunista: Eraldo José dos Santos

PEC 241 apenas congela déficit de R$ 4 trilhões

O jornalista e consultor de finanças públicas, Rodolfo Amaral (foto), disse que o grande problema da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 241), aprovada em primeira votação pela Câmara dos Deputados, é que não promove o ajuste fiscal. “Apenas congela o déficit público, estimado em R$ 4 trilhões”.

Amaral participou do Programa Painel Regional ao lado do professor de marketing político Iberê Sirna. O especialista em finanças públicas lamentou que a mídia e os economistas não estão tratando a matéria com a profundidade que o tema merece.

Ele acentuou que o Brasil já conta com uma Lei de Responsabilidade Fiscal, mas infelizmente muitos gestores públicos não a cumprem. Em relação às contas públicas do País disse que a receita corrente, proveniente dos impostos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins) devem propiciar R$ 710 milhões. Mas somente com a folha dos servidores federais o País gasta R$ 250 bilhões; paga R$ 40 bilhões de benefícios de proteção continuada e outros R$ 26 bilhões para programas sociais, como o Bolsa Família. Além disso, paga R$ 500 bilhões de juros da dívida. “Por isso, a PEC apenas congela o nosso déficit público”.

Em estudo recente que realizou, Amaral disse que nos últimos 14 anos, o Brasil pagou de juros da dívida R$ 2,5 bilhões, o equivalente a 99,93% do que arrecadou com o Imposto de Renda.

O anunciado desenvolvimento com o Pré-Sal, segundo o jornalista, não passou de uma falácia para esconder a roubalheira que já ocorria na Petrobras. Ainda assim, quando de seu anúncio criou uma expectativa positiva, até eufórica, para se transformar no malogro. (Eraldo José dos Santos – Advogado e Jornalista, apresentador do ‘Painel Regional’

Foto: Luiz Vinagre