Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

As notícias do fundo do poço

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 23/12/2016 Colunista: Carlos Pinto

“Não são as ervas daninhas

que matam a boa semente,

mas sim, a negligência do

camponês.”

(provérbio zen)


 Não devemos acreditar em tudo que as redes sociais divulgam, nem tampouco o que a nossa imprensa despeja em nossos olhos e ouvidos. Mas é como aquele célebre ditado: “Não acredito em bruxas, mas que elas existem é um fato”. Como se não bastasse a construção da arena corintiana, atribuída a uma benesse da Odebrecht para com o mais ilustre dos torcedores, o senhor Lula da Silva, eis que agora aparece que a reforma do estádio do Internacional, foi um agrado à senhora Dilma Roussef, torcedora do colorado.

E se um tríplex já dava o que falar, surge a notícia de que outra cobertura, desta vez no ABC, também foi presenteada pela Odebrecht ao ex-Presidente. Junte-se a isso o tal sitio de Atibaia, que envolve mimos patrocinados pela OAS, mais terrenos para construção do Instituto Lula, e outros presentinhos que deverão surgir ao longo desse inverno da nossa desesperança.

Cada ex-diretor da Odebrecht que abre o bico na Lava Jato, surgem novos personagens enredados nessa gatunagem desenfreada que assola o país. Pelo visto vão faltar cadeias se todos os denunciados forem devidamente engaiolados, o que espero como último refúgio para a salvação desta nação. E não se trata apenas de encarcerar esses malfeitores. Torna-se necessário confiscar seus bens, para restituir ao erário tudo o que foi furtado.

Agora surge nova especulação, que o senhor Michel Temer deve renunciar em princípios do próximo ano, e que um colegiado deve nomear o senhor Nelson Jobim, para comandar o país até novas eleições. De onde tiraram semelhante disparate, nem desconfio. Só sei que essa corja que hoje domina o mundo político nacional, ainda vai provar que ovo tem pelos. São tantas manobras pela manutenção do poder, que sinceramente, eu não sei onde vamos parar.

E nesta crise econômica que assola a maioria dos brasileiros, todas as medidas adotadas são sempre em prejuízo dos mais necessitados. Querem tirar o couro dos brasileiros para cobrir os roubos efetuados nos cofres da nação. Não seria mais fácil que a Justiça e a Polícia confiscassem o que nos foi roubado? Não seria mais correto medidas que afastassem todos os envolvidos ou denunciados em todas essas maracutaias? Fomos roubados e ainda seremos penalizados.

E nessa penalização toda, só ouço notícias em que a Cultura será a mais penalizada. É um tal de fechar fundações culturais, acabar com orquestras, reduzir a pó todo e qualquer investimento nessa área. Um País tão lindo e com um povo tão acomodado, que acredita em milagres e no aparecimento de um salvador da Pátria.