Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

A navalha na carne do povo

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 18/03/2017 Colunista: Carlos Pinto

 

“Quando os que comandam

perdem a vergonha, os que

obedecem perdem o respeito. ”

(Georg Lichtenberg)

 

Os recentes episódios envolvendo os grandes frigoríficos brasileiros, revelam a face de um empresariado venal, praticantes do capitalismo selvagem, que querem auferir lucros mesmo passando por cima da saúde de uma nação. Se verdadeiros os fatos revelados com estardalhaço por toda a mídia nacional e internacional, trata-se de crime hediondo e, como tal, deve ser punido. Não basta apenas afastar os fiscais do Ministério da Agricultura, envolvidos em toda essa maracutaia. Devem ser presos e passar longos anos na cadeia, além de terem seus bens totalmente confiscados pelo governo. Mas que governo?

Um governo que produz as patifarias que diariamente tomamos conhecimento, com ministros, deputados, senadores, governadores e demais políticos envolvidos em tantas jogadas ilícitas, será que tem moral para realizar uma devassa em funcionários corruptos? A cada dia que passa, novas investidas da Policia Federal e do Ministério Público vão descobrindo novos nichos de corrupção e malandragem, onde detentores de mandatos e partidos políticos, são denunciados como participantes.

Sendo o Brasil um dos maiores exportadores de carnes, frangos e derivados para mais de 150 países, que produzem uma renda de mais de quatorze bilhões de reais, como alguns funcionários públicos se atrevem a denegrir a nossa imagem no exterior, por mais que ela já esteja bem avacalhada, provocando estragos na economia do Brasil, em um momento em que passamos por vicissitudes em nossa economia?

E o que falar desses empresários apátridas, que só visam o lucro e o bem-estar de suas famílias, em detrimento dos milhões de brasileiros. Que pena merecem esses canalhas? Fechar suas empresas é o mínimo a fazer. Devem ter seus bens confiscados e longos anos atrás das grades, juntamente com os políticos que os protegem em troca de propinas. Mais uma vez a imagem brasileira no exterior virou piada, e o dano causado levará tempo para ser absorvido.

Mas não é só na alimentação que o povo brasileiro vem sendo vilipendiado. Torna-se necessária uma ação nos mesmos moldes, junto a indústria farmacêutica. A ANVISA acaba de suspender a venda de um remédio produzido pela EUROFARMA, já que foram encontrados cacos de vidro em suas embalagens. Foi determinado a recolha em todas as farmácias do país do produto PANTOCAL, indicado para alivio de sintomas de problemas estomacais, em sua versão de 40 mg, para solução injetável.

E assim caminhamos nós, sentindo diariamente esta navalha na carne em função de um governo ilegítimo, e de um Congresso quase que totalmente comprometido, com os métodos pouco ortodoxos das quais se utilizam para ostentar suas mansões e mesa farta. E o pior é que vários desses congressistas, passam o dia elucubrando formas de se livrarem através de leis espúrias, dos crimes que até aqui, cometeram.

Pobre povo brasileiro. Está pagando as penas do inferno por não saber votar, e acreditar em promessas vãs de guloseimas. Está na hora de acordarem e ir às ruas promover a queda da Bastilha.