Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Brasília e o novo bataclan brasileiro

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 22/05/2017 Colunista: Carlos Pinto

 “Entre um governo que faz o mal

e o povo que o consente, há uma

certa cumplicidade vergonhosa. ”

(Victor Hugo)

 

 

Para quem nunca leu Jorge Amado, o cabaré Bataclan ficou famoso por ter se transformado em importante cenário do livro “Gabriela, Cravo e Canela”. Era o lugar preferido dos antigos coronéis do cacau, que ali buscavam diversão quando vinham a Ilhéus, tratar de negócios. Sua proprietária, que no romance leva o nome de Maria Machadão, chamava-se Antônia, na verdade. O Bataclan foi reformado e hoje é um centro cultural da Prefeitura de Ilhéus.

Mas parece que o espirito do Bataclan dos anos vinte, trinta, migrou e incorporou nos palácios de Brasília, mais especificamente no Alvorada e no Congresso Nacional. E o que se vê pelo noticiário que minuto a minuto, entra em nossos lares, é uma verdadeira esbórnia, uma suruba financeira de dar inveja ao prostibulo de Maria Machadão. Assistir os cafetões da JBS discorrerem de que forma compram e compraram centenas de membros da classe política, os quais foram transformados em estafetas desses empresários apátridas, chega a dar nojo.

E esses estafetas de luxo, que foram eleitos para cuidar dos interesses de toda uma sociedade, passaram apenas a cuidar dos ilegítimos interesses de empresários praticantes do capitalismo selvagem. E assim surgiram os novos coronéis da indústria, cujo rebanho de cabras é constituído por prostitutas diplomadas em corrupção, as quais pastoreiam de acordo com seus interesses.

 

As delações efetuadas pelos empresários da Friboi, acabam por ser um acinte a nossa inteligência e aos nossos sentimentos de brasilidade. São de um cinismo atroz, e suas delações são efetuadas com a maior cara de pau, como se estivessem brindando em um final de tarde, em um bar qualquer. E o pior, é saber que esses canalhas estão soltos e vão ficar soltos, graças aos acordos efetuados com a justiça brasileira. Essa mesma justiça que encarcera um pai de família desempregado, que furta um litro de leite para dar aos seus filhos famintos.

As patifarias do Grupo Odebrecht, perto da Friboi, são uma gota no oceano de prevaricações e de corrupção, até aqui apurados. E ninguém é preso, ninguém é condenado, e os safados se escondem em lindos apartamentos de Nova York, longe dos estragos causados a nação brasileira. Pilharam o BNDES e aplicaram o produto do saque em dezenas de empresas nos Estados Unidos, onde criaram empregos para os americanos, em detrimento da situação caótica em que vivem milhões de desempregados no Brasil.

Não é possível que esta nossa sociedade de carneiros, vai querer continuar a ser tosquiada por empresários e políticos canalhas, sem tomar qualquer atitude em defesa de suas vidas e de seus direitos. Urge invadir o Bataclan de Brasília, e mudar o destino deste país. Não temos mais que compactuar com tantos desmandos, e continuar a ser pastoreados por uma corja de políticos e empresários, como se fossemos um rebanho de ovelhas.

Está mais que na hora do povo brasileiro tomar em suas mãos, o destino do Brasil. Está na hora de fechar esse Congresso podre, e demais casas legislativas. Está na hora de apear do poder, todos os políticos envolvidos em maracutaias. Está mais que na hora de dar novos rumos para o País. Chega de tantas patifarias e safadezas.