Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Até o dinheiro da Cultura foi desviado

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 05/07/2017 Colunista: Carlos Pinto

 “ A arte existe, para que a

realidade não nos destrua. ”

(Nietzsche)

 

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, tomou a decisão de entrar com uma ação judicial contra a União, na qual vai exigir o descontingenciamento das verbas do Ministério da Cultura. O fato é que durante os últimos cinco anos, tanto a senhora Dilma Roussef, quanto o senhor Michel Temer, simplesmente deixaram de repassar um total de um bilhão e meio de reais para a Cultura.

Esse montante não é oriundo dos impostos pagos por nós, mas sim, das loterias administradas pelo Governo. De acordo com a legislação, três por cento do montante de apostas nos vários jogos da Loteria Federal, devem ser dirigidos ao Fundo Nacional de Cultura, o que os nossos governantes deixaram de fazer a cinco anos, portanto, desrespeitando a legislação vigente.

O Fundo Nacional de Cultura, que foi criado para fazer investimentos em projetos culturais que são deixados de lado pelos empresários, por não atrair o chamado mecenato, que só aplica na Lei Rouanet, está zerado. Apenas em 2016, o FNC aplicou cinquenta e cinco milhões, e no exercício de 2017, a previsão é de que nenhum centavo será aplicado.

Com isso, grupos experimentais de cultura deixam de ser atendidos em todo o Brasil, o que vai provocar o desaparecimento de vários deles. E com isso, novas propostas nas áreas de música, teatro, dança e outras, deixam de ser protagonizadas, causando uma estagnação nos referidos setores. É como se cortassem as verbas dos laboratórios e institutos que realizam pesquisas em busca da cura das mais variadas doenças. É o sufoco cultural protagonizado por governos que temem a produção cultural do país.

Para adicionar mais um caldo de negligência a tal situação, até hoje, desde a saída do último Ministro da Cultura, o Governo não teve qualquer interesse em nomear um substituto, por falta de candidatos e por opção do sistema vigente. O Governo Temer vive na atualidade, apenas para achar saídas para os delitos cometidos, e tentar manter o poder a qualquer custo.

Esse desvio de conduta com relação ao dinheiro das loterias destinado a cultura, é prova evidente do desleixo governamental, com um dos itens de maior importância na formação da cidadania. Com a cultura sufocada economicamente, e a educação de quinta categoria que esses desgovernos vem praticando, quem vai sofrer futuramente é nossa juventude, boa parte dela procurando sair do país para procurar um futuro melhor em outras nações.

Enquanto isso, nosso povo se queda inerte, enfrentando um índice de quatorze milhões de desempregados, com uma economia que não demonstra sinais de plena recuperação. A fome ronda milhões de lares e a nossa classe política preocupada apenas, em salvar o pescoço das maracutaias praticadas contra o erário da Nação. O que falta para que tomemos vergonha na cara, e mudemos o roteiro do nosso futuro?