Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Apesar dos tempos sombrios....

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 06/08/2017 Colunista: Carlos Pinto

 “Duas coisas indicam fraqueza:

Calar-se quando é preciso falar,

e falar quando é preciso calar-se.”

(Proverbio persa)

 Apesar dos tempos sombrios que assolam o País, e que principalmente dizimam a esperança do povo brasileiro, nossa persistência em produzir cultura continua firme e forte. Apesar dos maus exemplos protagonizados pela nossa classe política, com raras exceções, o povo continua acreditando em uma luz no fim do túnel. Razão pela qual muitas cidades do interior paulista, algumas mesmo sem a ajuda dos órgãos oficiais do setor, vão realizando seus eventos.

E nesse rastro tivemos recentemente a realização do 6º. Santos Jazz Festival, cuja temática estava na comemoração do centenário de nascimento de Ella Fitzgerald e, por extensão, em homenagem às mulheres. Com artistas nacionais e internacionais, e com espaço para os compositores e cantores da região, o 6º. Santos Jazz Festival comemorou também, um enorme sucesso de público. Sucesso esse que se deve ao trabalho de Denise Covas e Jamir Lopes, mais as equipes das Secretarias de Cultura e de Turismo.

Ainda com relação as homenagens às mulheres, durante esta primeira quinzena de agosto realiza-se em São José do Rio Preto, a X Jornada Internacional de Mulheres Escritoras, um trabalho desenvolvido por Isabel Ortega. Antiga atriz do teatro amador rio-pretense, Isabel divide seu tempo entre o Brasil e a Espanha, onde participa do Festival Ibero Americano de Teatro, em Cádiz, e também, do MIRADA – Festival Ibero Americano de Artes Cênicas de Santos.

No Vale do Paraíba, notadamente em São José dos Campos, temos que destacar o trabalho heroico de Claudio Mendel, com suas produções teatrais e o trabalho desenvolvido em festivais de artes cênicas, assim como, em Presidente Prudente, há o trabalho insano de Fábio Nougueira, e seus comandados na Secretaria Municipal de Cultura. Além do FENTEPP - Festival Nacional de Teatro, em sua 23ª.edição a realizar-se em novembro, seguem os trabalhos para o 8º. Salão do Livro, que acontecerá em setembro próximo. Com um detalhe: estes dois eventos serão custeados em sua totalidade pela Prefeitura da cidade.

Em Santos, teremos o 2º. Festival de Música Orquestral, destinado aos jovens instrumentistas, e que tem o objetivo de selecionar 60 bolsistas que, no período de agosto a dezembro, vão receber aperfeiçoamento técnico, vivência musical e intercâmbio com artistas renomados. Um evento totalmente custeado pela Prefeitura Municipal. Além disso, já em organização o 59º. Festival Santista de Teatro, que inclusive já soltou o Edital de Chamamento para selecionar sete espetáculos nacionais. O evento será realizado entre os dias 1 e 7 de setembro, e está sendo organizado pelo coletivo de teatro da cidade.

Enquanto isso, o Governo Federal gasta bilhões de reais para comprar deputados em uma votação que livrou nosso Presidente, de um julgamento por prevaricação e corrupção. Liberam treze milhões para as escolas de samba do Rio de Janeiro, enquanto os artistas do Teatro Municipal da cidade, estão se virando para sobreviver, já que não recebem seus salários. Com tudo isso, vamos enfrentar estes tempos sombrios, dos quais já nos falou Brecht, em seu poema “Aos que virão depois de nós. ”