Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Colunas Impressas » De Olho na Política

Legislando em causa própria

Voltar para listagem de colunas Inserida em: 14/08/2017 Colunista: Carlos Pinto

 “Nenhum tesouro está seguro

em seus cofres, quando o pai

escuta seus filhos chorando

de fome. ”

(Plinio Marcos)

 

A chamada reforma política em andamento na Câmara dos Deputados, caminha para criar um monstrengo que irá infectar ainda mais, o corpo apodrecido da politicalha nacional. O Deputado Vicente Cândido, do alto de sua falta de vergonha e ética, vem propondo mudanças inaceitáveis. Uma delas, que ao que parece já foi defenestrada, livrava a cara de todos aqueles que hoje estão envolvidos nas maracutaias investigadas pela Lava Jato, muito embora seu alvo preferencial, fosse o ex-presidente Lula, membro de seu partido.

Eis que agora apresenta a emenda através da qual, os financiamentos das campanhas eleitorais serão pagas pelos cofres públicos, ou seja: por nós, os tolos contribuintes. E não se trata de pouca coisa. Em torno de quatro bilhões de reais, além dos bilhões que já são distribuídos através do fundo partidário. Enquanto isso, por falta de verbas, o governo federal fecha o Hospital do Câncer no interior de São Paulo, que atendia a 500 crianças, e que consumia cento e setenta milhões de reais por ano.

E mais, esse mesmo governo perdoa uma dívida do Banco Santander, cujo total cobriria os gastos desse Hospital durante dois anos. Perdoou também, uma dívida do Banco Itaú, cujo total daria para cobrir os gastos desse Hospital do Câncer por aproximadamente cento e cinquenta anos. Aprova doações da ordem de treze milhões de reais para as escolas de samba do Rio de Janeiro, livra o Neymar e família de pagar duzentos milhões ao fisco nacional, e nem vamos comentar o quanto gastou na compra de votos para se safar do procedimento judicial proposto pela Procuradoria Geral da República.

Cabe aqui perguntar o seguinte: se o Governo Federal tem tanto dinheiro assim para proporcionar essas regalias acima mencionadas, porque almeja aumentar a carga tributária no lombo da sociedade? Porque aumentar a tributação em favor da Previdência Social? Porquê dessa reforma trabalhista que veio em prejuízo da classe operária? Um dia anuncia estudos para novas alíquotas do imposto de renda e, no dia seguinte, diante da grita geral, informa que eram apenas estudos, mas que nada vai ser efetuado. O governo do senhor Temer parece mais uma nau sem rumo, navegando em direção ao fundo do poço.

Voltando a essa reforma política em tramitação na Câmara dos Deputados, seria ótimo que o bom senso aliado a muito juízo, nos proporcionasse algo de interessante para o futuro desta Nação. Seria bom que ficassem atentos ao estado de ânimo da população, que ultimamente vem presenteando políticos em aeroportos e restaurantes, com sopapos e pontapés. Ninguém aguenta mais tanta desfaçatez e tanto descalabro. Como diria minha avó, cautela e caldo de galinha, podem evitar muitos contratempos.