Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Informe-se » Eleições

Azedou

Voltar para listagem de Eleição Inserida em: 01/06/2012

Azedou

Na visita do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) a Santos, na última quarta-feira (30/5), quando anunciou uma série de novos investimentos, a ausência do prefeito João Paulo Tavares Papa (PMDB), foi bastante comentada. Um tucano de média plumagem, mas profundo conhecedor dos bastidores do partido deixou escapar que o bom relacionamento dos dois chefes de governo (estadual e municipal) azedou e dificilmente tem retorno. A troca de elogios entre ambos é coisa do passado.

Pelo telefone

Outra ausência notada foi a do deputado federal Beto Mansur (PP).  De Brasília, a cada 20, no máximo 30 minutos, o deputado ligava para seus assessores pedindo informações sobre os eventos dos quais participava o governador. Onde ele estava?  O que ele falou? Quem estava presente?

Olha o passarinho I

O que tinha de candidato a vereador de vários municípios, especialmente de Santos tentando uma foto ao lado do governador, não dá para descrever. O pior é que com tanta gente em volta do governador, os fotógrafos tiveram dificuldade para focar o interessado na melhor pose.

Cãimbra

Tão requisitado quanto o governador para fotos, foi o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), pré- candidato a prefeito de Santos. Comentário maldoso de um observador da cena política no Concais, versava sobre a possibilidade de cãimbra labial, nas duas presenças mais destacadas (o governador e o secretário).

Fã clube

É possível que a prefeita de Guarujá, Maria Antonieta (PMDB), não soubesse que tinha um fã clube em Santos. Mas ele estava lá e era formado por sindicalistas.

Me engana..

Será que alguém tinha dúvidas quanto a vitória do vereador Caio França (PSB) na disputa interna do partido para decidir a escolha do nome para concorrer à sucessão de Tércio Garcia, do mesmo partido, na prefeitura?

...que eu gosto

Caio nem precisou do voto do pai, o presidente estadual do PSB, Márcio França, secretário de Turismo do Estado, que estratégicamente, só chegou à Câmara onde foi realizada a votação, e teve uma bela surpresa, a vitória do filho pródigo.

Sem surpresa

A pré-candidatura do deputado federal Alberto Mourão (PSDB) à prefeitura de Praia Grande não causou surpresa. Bem antes de contar com o apoio de 19 partidos à sua pré-candidatura, Mourão já havia se decidido e conversado com o prefeito Roberto Francisco, que segundo informações,  já havia manifestado a intenção de não concorrer à reeleição.