Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Informe-se » Eleições

“Onde Prefeitura e Câmara misturam atividades não dá certo”

Voltar para listagem de Eleição Inserida em: 27/09/2016

“Onde Prefeitura e Câmara misturam atividades não dá certo”

Em entrevista ao Espaço Aberto, o candidato a prefeito de São Vicente, Luciano Batista (PTB), ex-presidente do Legislativo vicentino e ex-deputado estadual promete uma mudança completa no modelo adotado para governar a cidade nos últimos 20 anos, quando a prefeitura conta com a quase unanimidade do Legislativo.

Luciano Batista, nas respostas identificado pelas iniciais LB, garante que se eleito, a primeira providência será “limpar a prefeitura e a cidade” e aponta, o que no seu entendimento são as únicas opções para São Vicente, arrematando numa crítica ao ex-prefeito da cidade, Márcio França, hoje vice-governador do Estado.

1 - Qual seu projeto para tirar São Vicente da situação calamitosa em que se encontra?

LB - Nossa proposta principal, que envolve todas as atividades da Prefeitura, é uma mudança completa no modelo adotado para governar a cidade nos últimos 20 anos. Esse sistema atual, onde Prefeitura e Câmara misturam suas atividades, não deu certo e levou a cidade para essa crise que existe hoje. Vamos administrar a cidade de forma independente e a Câmara cumprirá seu papel, de fiscalizar e votar os projetos que beneficiem a população. A Prefeitura vai trabalhar pela cidade, e não o contrário, como a gente vê hoje. Vamos limpar a Prefeitura e a cidade de toda a sujeira que atrasa a vida dos vicentinos.

 

2 - A população vicentina está descrente da política, especialmente porque não vê perspectiva diante do quadro de abandono da cidade. O que pretende fazer para que os moradores voltem a ter esperança em uma cidade em desgoverno?

LB - Para começar, nós vamos dar o exemplo, chegando para trabalhar cedo, andando pela cidade, conversando com as pessoas e vendo os problema e soluções de perto. Essa vai ser a regra da administração. Chega de comissionados que não aparecem para trabalhar ou chegam tarde e saem cedo. A Codesavi estará em atividade, na zeladoria da cidade e no planejamento. Quem presta serviços para o município vai ter que oferecer um trabalho de excelência, nada de coleta de lixo dia sim dia não. A empresa que faz esse serviço em Santos é a mesma de São Vicente. A coleta em Santos é realizada todo dia, por que em São Vicente é diferente se o preço é o mesmo?

 

3 - O que o credencia para ser o próximo prefeito?

 LB - Sem dúvidas, o meu currículo de trabalho prestado pela cidade. Fui presidente da Câmara seis anos, em um período que a Câmara fiscalizava a Prefeitura. Como deputado estadual, trouxe Etec, viadutos na Área Continental, os viadutos da Imigrantes, mais de R$ 10 milhões para pavimentação e muitas outras melhorias, que só não foram feitas por omissão da prefeitura, como um centro de zoonoses e uma AME no Rio Branco. Hoje temos a opção de deixar a cidade como está, devolver a cidade para a família França, que é a grande responsável por tudo o que estamos vivendo, ou buscar uma nova administração, com experiência e sem conchavos políticos. É essa proposta que eu tenho para São Vicente.