Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Informe-se » Eleições

“Santos merece mais”

Voltar para listagem de Eleição Inserida em: 28/09/2016

“Santos merece mais”

Vereador santista em seu terceiro mandato Marcelo Del Bosco (PPS), explica porque é candidato a prefeito, apresenta o que considera prioridade para Santos, e consequentemente para a população. Ele que foi secretário de Defesa da Cidadania no atual governo municipal, fala também da responsabilidade de lidar com o dinheiro público.

 

1 - Por que é candidato a prefeito?

Del Bosco - Sou candidato a prefeito pois entendo que Santos merece mais. Uma saúde humanizada, uma educação consistente e a luta constante pela geração de emprego. E tenho certeza que Santos pode e deve oferecer muito mais para sua população. Por isso é necessário fazer uma gestão eficiente, que tenha responsabilidade com o dinheiro público e com a população, e que tome medidas benéficas para as pessoas e não determinados grupos.

2 - Como está se preparando para ocupar o cargo, se eleito for?

Del Bosco - Por estar em meu terceiro mandato como vereador e ter vivido parte da minha infância em Brasília estou convicto de que tenho ótimas condições de ser prefeito de Santos a partir de 1º de janeiro de 2017. Eu conheço a cidade, os problemas setoriais que são apontados diariamente pela população e determinação e vontade para solucionar e fazer uma ótima gestão.

3 - Qual destaque de seu projeto para administrar Santos?

Del Bosco - Nossa prioridade é fazer uma auditoria na Prefeitura para avaliar os gastos do município e assim entender como podemos e devemos investir, de forma responsável, cortando gastos desnecessários. Vamos ampliar o número de equipes do programa de Saúde da Família, melhorando a qualidade do atendimento básico e levar carretas da saúde para as áreas carentes, que estejam hoje afastadas de policlínicas e unidades de saúde. Na educação, aumentaremos o número de escolas em tempo integral e criaremos as creches noturnas. Vamos gerar novos postos de emprego com a criação da Secretaria de Trabalho e Emprego, que manterá diálogo constante com a classe sindical, empresarial e industrial, além do Governo Federal e Estadual. (Foto/Eddie Gomes)