Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Em Cubatão, um encontro de famílias

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2013-09-02 -15:36

Em Cubatão, um encontro de famílias

Juntos, a prefeita Marcia Rosa (PT) com sua família, o presidente do Legislativo Wagner Moura e seus familiares, vereadores e autoridades religiosas e o Coral da Terceira Idade Raízes da Serra e o público se encontraram no final de agosto para sessão solene em homenagem à Semana da Família.

O encontro foi aberto pelo presidente do Legislativo cubatense, Wagner Moura, que se referiu ao sequestro, em junho, de duas filhas, por 38 dias: "O Papa realizou este ano a Jornada da Juventude, no Rio de Janeiro, referindo-se à união familiar em Deus. Foi força da fé que nos uniu ainda mais, os amigos que estiveram ao nosso lado pessoal e espiritualmente, que nos deram forças. Após tanta turbulência, minha família está unida".

Orador oficial da sessão, o bispo diocesano de Santos, dom Jacyr Francisco Braido, também citou a visita papal ao Rio de Janeiro, da qual ele participou, e a mensagem às famílias enviada pelo papa Francisco, centrada na expressão "Ide, sem medo, servir". Dom Jacyr analisou a permanência necessária, "diante da cultura do descartável que relativiza o valor da vida humana", dos valores familiares definidos em várias conferências episcopais ("A família é patrimônio da Humanidade").

A prefeita Marcia Rosa enfatizou a importância da família, ressaltando que "a história recente da família do Wagner é também a história da minha família e de outras famílias. A solidariedade despertada nos emocionou".

Na ocasião, foram homenageados os casais Luiz José da Silva e Gercina Maria da Silva, da Igreja Nossa Senhora da Lapa, de origem pernambucana, e Antoney Araújo e Claudenice Dantas, de origens baianas, reforçando a importância das origens nordestinas na formação de Cubatão, tema discorrido pela prefeita que reforçou a solidariedade como essencial para o desenvolvimento de ações.

Dízimo/ imposto – Soou como um desabafo a fala da prefeita Marcia Rosa quando associou solidariedade a várias ações, inclusive na política, mais precisamente nas reivindicações relacionadas a moradias, situação corriqueira no município.  Ela disse que as pessoas devem reivindicar moradias, mas com mais solidariedade e amor, sem hostilidade, respeitando a comunidade. "É com o dízimo, na forma de imposto que a população paga, que construímos a cidade. Queremos fazer a maior obra habitacional da história da cidade, mas só com respeito mútuo podemos fazê-lo. Vi famílias esperando por tantos anos para ter sua casa, e vi famílias recém-chegadas quererem passar à frente delas, por terem participado de algum tipo de manifestação, e isso me entristece".

O desabafo não tirou a emoção do encontro das famílias que recebeu o Coral Raízes da Serra, regido por Sandra Diogo Moço, com o acompanhamento da pianista Rute Fernanda Bernardes da Silva, com quem o público cantou  “Oração da Família". O evento foi promovido pela Câmara. (Fotos: Divulgação/PMC)