Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Suspensa paralisação de obra em São Vicente

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-03-17 -16:28

Suspensa paralisação de obra em São Vicente

Em assembleia na manhã desta segunda-feira (17), os 80 operários da obra onde grave acidente, na quinta-feira (13), em São Vicente - um operário recebeu forte carga elétrica - decidiram voltar ao trabalho, paralisado desde a manhã de sexta (14).

Isso porque a Serlam Incorporação e Construção Ltda assinou acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil (Sintracomos) sobre normas de segurança.

Mas o ajudante geral Valeriano Batista dos Santos, de 32 anos, que recebeu forte descarga elétrica e teve duas paradas cardíacas, continua internado, em estado grave.

Segundo o diretor do sindicato Roberto de Carvalho ‘Betão’, o trabalhador, “ao contrário do divulgado pela empreiteira RA Construções, onde é registrado, não abriu os olhos nem se mexeu desde o acidente”.

Valeriano está na UTI do Hospital Municipal de São Vicente, antigo Crei. O edifício em construção, Helbor, fica na esquina das ruas Benjamin Constant e XV de Novembro, Centro.

Segundo o presidente do sindicato, Macaé Marcos Braz de Oliveira, que coordenou as negociações e conduziu a assembleia desta segunda-feira, o acordo será implantado nesta semana.

O documento estabelece, por exemplo, que, nesta terça-feira (18), a construtora apresentará projeto de canteiro de obras com área de vivência para refeitório, banheiro, vestiário, bebedouros e sanitários

O fornecimento de equipamentos de proteção individual aos trabalhadores também está no acordo, além de fiscalização frequente de técnicos de segurança.

Macaé e ‘Betão’ adiantaram à empresa que o Sindicato visitará constantemente a obra, para verificar se o acordo será respeitado, alertando que novas paralisações não estão descartadas, em caso de acidentes. (Redação: Paulo passos. Foto: Vespasiano Rocha)