Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Atrativos religiosos movimentam turismo em Itanhaém

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-05-01 -20:52

Atrativos religiosos movimentam turismo em Itanhaém

Itanhaém a segunda cidade mais antiga do Brasil  além dos atrativos oferecidos pelas praias e o turismo ecológico tem no turismo religioso, forte apelo. Um dos pontos turísticos mais antigos é o Convento Nossa Senhora da Conceição, que fica no alto do Morro de Itaguaçu. Preservando as características da época colonial, o convento atrai muitos visitantes. A ladeira que permite o acesso a ele é toda de pedra. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) representa um dos bens mais memoráveis do Litoral Paulista.

A capela é a grande atração do convento. São três andares para percorrer, com estátuas e quadros antigos que relatam parte da história do Convento e de sua construção. A santa que compõe o altar é a Nossa Senhora da Conceição, também conhecida como `Virgem de Anchieta’, da qual o São José de Anchieta era devoto. As visitas podem ser realizadas de terça a domingo, das 9h às 12h e das 14h às 17h.  Ingresso, R$ 5,00.

Também no Centro Histórico, na Praça Narciso de Andrade, fica o monumento a Anchieta. A obra do escultor Luiz Morrone, mesmo autor do desenho do brasão do Estado de São Paulo, retrata sua passagem do Santo Anchieta por Itanhaém. Há poucos metros está o Museu Conceição de Itanhaém, onde fica a cópia da carta de Batismo do santo. O museu funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h; e aos sábados e domingos, das 11h às 17h, e a entrada custa R$ 2,00.

Completando o cenário, a Igreja Matriz de Sant’Anna em estilo colonial, abriga altares do período barroco e exemplares importantes remanescentes da arte sacra paulista. Flores, anjos e laços esculpidos de madeira fazem parte da arquitetura do local. Uma das obras é a denominada “O Cristo”, do célebre pintor Benedito Calixto.  O local é reconhecido como monumento nacional pelo Órgão Federal de Preservação do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan).

Outro ponto é a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, entre as praias do Cibratel e do Sonho. A gruta fica atrás do costão rochoso do Morro do Paranambuco, as imagens de Nossa Senhora de Lurdes e da Freira Bernadete de Soubirous são os atrativos do local que oferece vista maravilhosa das águas do mar de encontro às rochas. 

 

No mesmo local fica a Passarela de Anchieta, com 220 metros de extensão, dá acesso a Cama de Anchieta (formação rochosa onde o santo meditava), principal ponto turístico em homenagem a São José de Anchieta. Nos arredores, no Morro do Paranambuco, estão os Painéis de Anchieta, construídos nas caixas d’águas da Sabesp com mosaicos feitos de pastilha de vidro que podem ser visualizados de longe e com iluminação especial.

Mais um atrativo ligado ao santo é o Pocinho de Anchieta, formando uma verdadeira piscina natural, localizado na Praia do Cibratel. Segundo registros históricos, São José de Anchieta orientou os índios a construir o contorno de pedras para facilitar a pesca..

 

Outra opção é a Igreja Nossa Senhora do Sion, localizada no bairro Suarão, foi fundada em 1955 e preserva sua arquitetura original de estilo romano. Seu altar dispõe de imagens preservadas e antigas. O teto e todo decorado com a imagem de Nossa Senhora, No seu exterior, sino e os anjos. (Divulgação/PMI)