Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Multa, uma arma contra sujeira nas ruas

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-08-01 -00:45

Multa, uma arma contra sujeira nas ruas

Quando os avisos não surtem efeito, a multa passa a ser o recurso utilizado para conscientizar os resistentes a colaborarem por uma cidade mais limpa. É o que começa a acontecer em Santos, com a implantação da lei complementar 831/2014 que originou a campanha ‘Cidade sem Llixo’.

Na manhã de ontem (quinta-feira, 31/7), proprietários de três veículos abandonados nas vias públicas foram multados em R$ 1 mil cada, como parte da fiscalização da campanha ‘Cidade sem Lixo’ e na  sequência, a operação Lata Velha, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recolheu os carros ao pátio municipal. 

A ação realizada em parceria com fiscais da Secretaria de Meio Ambiente, órgão responsável pela aplicação da penalidade aconteceu na Av. Conselheiro Nébias, ruas Luiz de Camões e Joaquim Nabuco. Os veículos foram  identificados em fiscalização pelos agentes da CET.

Nos próximos dias a CET encaminhará nova relação de veículos abandonados à pasta do Meio Ambiente para dar prosseguimento aos serviços.

Guarda Municipal - - Desde a semana passada, por meio do decreto 6.861, a Guarda Municipal vem atuando na fiscalização da campanha ‘Cidade sem Lixo’, reforçando o trabalho desenvolvido pelos fiscais das pastas de Finanças e de Meio Ambiente, e agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Denúncias à Guarda Municipal podem ser feitas pelos telefones gratuitos 0800 177766 ou 153, ambos 24h. A multa para quem for flagrado jogando lixo nas vias públicas varia entre R$ 150,00 e R$ 1.000,00.

Notificação -  Após denúncia de descarte irregular de lixo nas imediações da Av. Washington Luís com Rua Cunha Moreira, no Encruzilhada, a Guarda Municipal, , notificou nesta quinta-feira (31), um munícipe que havia depositado papelões, caixas e embalagens na via pública.

De acordo com o órgão, como não houve flagrante o morador não foi multado, mas orientado a cumprir a lei complementar 831/2014, que alterou o Código de Posturas com a proibição de lançamento de resíduos de qualquer natureza nas praias, passeios, jardins, logradouros, canais e terrenos. Ele descartou os dejetos em uma caçamba existente no local. (fotos: Marcelo Martins/PMS)