Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Política de pai para filho

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-10-03 -00:06

Política de pai para filho

Neste domingo 5 de outubro, quando os brasileiros irão às urnas para eleger  o  da república para os próximos quatros anos,  senadores, governadores e deputados estaduais e federais, com certeza as oligarquias políticas continuarão a receber os votos da população.

Em todas as regiões brasileiras, assim como em outros países, inclusive nos mais desenvolvidos, as famílias  dominantes, aquelas cujas leis parecem delas surgirem ou para elas existirem estão presentes. No cenário político nacional,  muitas são as famílias  que formam verdadeiros feudos políticos.  As famílias mais antigas e tradicionais se mantem no poder através de gerações. Outras mais recentes estão na segunda geração de políticos e surgem as novas famílias por meio dos mais jovens que aprenderam o ofício com o pai.

Na região Metropolitana da Baixada Santista antigos políticos começam a dar lugar às novas lideranças e algumas delas veem de geração destacada na arte política. Os quatro jovens candidatos a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo  abordados nas  etapas 2, 3, 4 e 5  da matéria, carregam a herança passada pelo pai que  foram artífices ou ainda o é dessa ciência.

Confira as etapas dessa  matéria  clicando na janela Eleições à direita da tela.

Fotos/Divulgação – Sarney e a filha Roseana, governadora do Maranhão (chamada);  Sarney e o filho José Sarney Filho (Zequinha), deputado federal.