Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Lixo eleitoral tem flagrantes e apreensões

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-10-06 -01:39

Lixo eleitoral tem flagrantes e apreensões

A operação coordenada pela Prefeitura de Santos com a participação de diversos órgãos, fez 17 flagrantes de pessoas com material de propaganda eleitoral pelas ruas da cidade.  A Guarda Municipal de Santos apreendeu, na madrugada de domingo (05), cerca de 250 km de impressos de propaganda eleitoral que seriam jogados nas ruas ou colados em locais próximos aos postos de votação.

Sete flagrantes foram feitos nas proximidades da Universidade Santa Cecília; quatro ocorrências registradas nas imediações do Colégio Carmo;  uma no Colégio São José e outra na Escola Andradas. Todas na região da Zona da Orla.  A Guarda Municipal também conseguiu registrar quatro  tentativas de sujar a cidade com propaganda eleitoral, na  Zona Noroeste. A ação denominada Voto Limpo  fez parte do programa Cidade Sem Lixo  (Lei Municipal Complementar 831) que prevê multas que variam de R$ 150,00 a R$ 1.000,00.

A Operação Voto Limpo teve inicio às 9h de sábado (4) com objetivo de  coibir o descarte irregular de lixo eleitoral no entorno dos locais de votação. Apesar dos apelos,  uma grande parcela da população, especialmente pessoas que trabalharam para candidatos, ainda não se conscientizou sobre a proposta lançada pela Prefeitura de manter a cidade limpa e o resultado foi  o que se viu nas ruas: muita sujeira, santinhos voando para todos os lados, inclusive para os bueiros.

Limpeza - A operação conjunta foi realizada pela Prefeitura em parceria com as policias Civil, Militar e Federal, CET, Prodesan e Justiça Eleitoral. A Prefeitura montou esquema especial para coleta do lixo eleitoral, com 350 garis que trabalharam arduamente para deixar as ruas limpas, às primeiras horas da manhã desta segunda-feira (6).