Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Comissão da Verdade de Santos

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-12-26 -23:28

  Comissão da Verdade de Santos


 “Não esquecer é tornar cada um de nós mais justos, mais fraternos, mais conscientes da solidariedade e daquilo que os homens mal intencionados são capazes de fazer em nome do poder e do falso patriotismo”, é um dos conceitos da introdução do relatório final da Comissão da Verdade do Município de Santos “Prefeito Esmeraldo Tarquínio”, apresentado e posteriormente votado no início da segunda quinzena deste mês de dezembro, na Câmara de Santos Plenário Dr. “Oswaldo Carvalho De Rosis.

No relatório, as ações da Comissão, as audiências públicas  realizadas, as demandas solicitadas e, entre as suas conclusões, destaque para a necessidade de que Santos, a cidade mais atingida pelo golpe de 64, merece a devida reparação e um pedido formal de desculpas, além da instituição de um fundo especial para o desenvolvimento de ações de educação política.

 O documento registra ainda que graças ao trabalho da Comissão foi constatado que a Base Aérea de Santos serviu como campo de concentração; que a repressão de fato teve início desde o primeiro dia em Santos, com prisões, perseguições e torturas; e foi incluído no relatório final da Comissão Nacional da Verdade o nome do despachante santista Odair José Brunocilla, último a ser relacionado como desaparecido.

 Fazem parte da Comissão os seguintes vereadores:.Evaldo Stanislau (presidente)-foto-, Carlos Teixeira Filho (relator), Marcelo Del Bosco Amaral (vice-presidente), Zequinha Teixeira, Igor Martins, Douglas Gonçalves e Antonio Carlos Banha Joaquim. (Foto: Divulgação)