Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Temporal desta terça causa estragos, alagamentos e mortes

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2014-12-29 -22:27

Temporal desta terça causa estragos, alagamentos e mortes

Na primeira meia hora das fortes chuvas desta terça-feira (29) a região voltou a registrar diversas ocorrências, sendo as mais graves em Praia Grande, onde  no início da tarde, um raio atingiu oito pessoas  junto a um quiosque no Canto do Forte. Quatro pessoas de uma mesma família vieram a óbito, entre ela uma gestante (leia na matéria: “Raio fere oito pessoas e quatro vão a óbito em Praia Grande” – é só clicar -). Em Santos, quedas de árvore, destelhamentos, queda de viação e de placas e outras ocorrência. Em São Vicente, as principais avenidas ficaram alagadas.

Santos – Nesse município, à Defesa Civil e a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego registraram até às 21h, as seguintes ocorrências.

Queda de árvores nos seguintes locais: avenidas Epitácio Pessoa, altura do número 292; Bartolomeu de Gusmão, altura do número 108, ruas Sebastiao Arantes Nogueira, altura do número 28,  Morvan Dias de Figueiredo, altura do número 17, Marapé, também Rua 6, Quadra G, altura do número 30, no bairro José Menino; descida do Morro Nova Cintra, próximo ao Hospital Veterinário; avenidas Afonso Schmidt, altura do número 930 – Jardim Castelo,  Jovino de Melo, esquina com Engenheiro Elias Machado; ruas Dr. Acácio Nogueira, altura do número 24, Dona Amélia Leuchtemberg, altura do número 31; rua Piratininga, altura do número 149 e Comendador Alfaia Rodrigues, altura do número 707, e ainda na Praça Estado de Israel.

Foram registradas queda de árvores também nas  ruas Antenor Bue, altura do número 540; Governador Roberto da Silveira, altura do número 502 – Rádio Clube, Tolentino Filgueiras, altura do número 100, Olavo Bilac, 5 e 25 (duas árvores), Alfredo Chamas, 25 e Antônio Malheiro, 23 e nas avenidas Vicente de Carvalho, altura do número 42, Coronel Joaquim Montenegro, 282, Nossa Senhora de Fátima, próximo ao Posto BR  e Conselheiro Nébias, 65. Também na Praça INSS, bairro Aparecida.

Telhados - No Caminho São José, número 191, um barraco foi destelhado. Ninguém se feriu. Na Rua Monte Alvene, bairro Aparecida, uma estrutura metálica com iminência de cair foi retirada pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, sem feridos. O Shopping Balneário, no Gonzaga  foi parcialmente destelhado e a Rua Fernão Dias encontra-se bloqueada.

Outras ocorrências -  Houve queda de fiação da rede de trólebus na Av. Ana Costa, sentido praia/Centro, oposto à R. Monsenhor de Paula Rodrigues. Houve queda de fiação elétrica na Av. Antônio Manoel de Carvalho, defronte à faculdade de veterinária Unimes. Um dos sentidos de direção do trânsito foi bloqueado.

Até às 18h30, 14 semáforos apresentavam problemas, devido à tempestade. Os locais afetados: Av. Conselheiro Nébias com Rua Conselheiro Rodrigues Alves; Rua Conselheiro Rodrigues Alves com Rua Campos Melo, Av. Francisco Glicério com Av. Conselheiro Nébias; avenidas da Orla com Ruas Monteiro Lobato, Av. Pinheiro Machado, Rua Custódio de Melo, Av. Bernardino de Campos; cruzamento das avenidas Nossa Senhora de Fátima com Jovino de Melo; Av. Ana Costa com Rua Olintho Rodrigues Dantas; Av. Pinheiro Machado com Rua Floriano Peixoto; Av. Washington Luiz com Rua Conselheiro Rodrigues Alves; confluências das avenidas Washington Luiz com Francisco Glicério; Washington Luiz e Ana Costa com Orla.

Foi registrada também a queda de um andaime na Av. Pinheiro Machado, esquina com a praia. Não há registros de pontos de alagamento na cidade.

Um dos casos mais graves foi o deslocamento de placas de alumínio da cobertura do Parque Balneário Hotel, que caíram na Rua Fernão Dias. Uma equipe da Guarda Municipal chegou logo após a ocorrência e ajudou a interditar a via. Não houve feridos. De acordo com o comandante da Defesa Civil, Daniel Onias, os principais danos foram registrados nos bairros do Gonzaga e da Aparecida e na Zona Noroeste.

Tendas do réveillon - Após a tempestade, equipes da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e da Defesa Civil realizaram vistoria nas cinco tendas montadas na orla de Santos e nas quatro Ilhas VJs preparadas para o Réveillon. As estruturas principais dos equipamentos não sofreram abalo, no entanto, algumas avarias foram verificadas, como nas coberturas dos sanitários das tendas e em alguns telões das ilhas. O reparo já está sendo providenciado. Todos os equipamentos são segurados.

Equipe - As equipes da Defesa Civil, CET, Corpo de Bombeiros e CPFL ainda estão nas ruas atendendo as ocorrências. A Prefeitura com equipes das secretarias de Segurança, Serviços Públicos, Infraestrutura e Edificações e Meio Ambiente, Companhia de Engenharia de Tráfego e Terracom atuaram em ações de limpeza, fiscalização, cortes de árvores, isolamentos de vias, orientação dos motoristas, entre outros. (Divulgação/PMS)

São Vicente – Nesse município foram registrados alagamentos em ruas do Centro e dos bairros. De acordo com a Defesa Civil, a Cidade está em estado de atenção desde às 21h40 de segunda-feira  (22).