Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Prefeito Bili fala de realizações

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-01-23 -02:28

Prefeito Bili fala de realizações

Atendendo a solicitação do Espaço Aberto, o prefeito de São Vicente, Luis Cláudio Bili (PP), apresentou relatório sobre a Cidade e as realizações de seu governo. Dias antes do aniversário da primeira cidade, brasileira, o prefeito, reunido com seu staf, concluiu levantamento da situação atual de vários setores da administração. Embora tenha iniciado esse relatório pela Secretaria de Transportes, o Espaço Aberto o divulga por ordem alfabética.

Longo, o documento serve de instrumento à população para que possa  acompanhar, cobrar, discutir e até contestar as informações oficiais sobre  a Administração. Detalhado, o relatório sobre realizações, abre brechas para que moradores, especialmente aqueles (minoria) que participam de audiências públicas, cobrem com propriedade, o desenvolvimento e conclusão de obras e projetos, como por exemplo, a drenagem e reurbanização da bacia do Catiapoã, cujas obras continuam a passos lentos e as enchentes cada vez mais fortes e frequentes.

No relatório o prefeito Bili dá destaque especial à Saúde, uma das grandes prioridades do município que deposita  todas as esperança nas ações do Ministério da Saúde , cujo titular, Arthur Chioro, ex-vereador e ex-secretário de Saúde  de São Vicente tem acenado com a possibilidade instalação de uma unidade hospitalar na Área Continental.

“Administração - A valorização do funcionalismo público foi uma das principais ações desta administração com o reajuste de 5,2% nos salários e benefícios dos servidores. Na gestão atual, 150 funcionários de carreira foram nomeados em cargos de chefia.  O fim das greves dos servidores e o retorno do pagamento das gratificações suspensas no fim do ano de 2012 merecem destaque. Além disso, o servidor agora tem abono no dia do seu aniversário, antiga reivindicação da classe.

Assistência Social – Inauguração da Oficina de Arte no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro Pop (Avenida Capitão Mor Aguiar, 436 – Parque Bitarú). Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Bitarú : mudança de endereço para um local mais adequado com melhor estrutura de atendimento e instalação de PABX; Implantação do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS Jóquei, atendendo a uma antiga reivindicação do população do território; Todos os Centros de Referência Social (CRAS), que são cinco, receberam melhoria na estrutura física, como reformas, divisórias e equipamentos.

Os quatro Serviços de Acolhimento Criança e Adolescente/Adulto e Família passaram por reforma como: pintura interna e externa, divisórias, construção readequação dos banheiros com instalação para atender à população com necessidades especiais como barras, piso quente, rampa de acesso e ampliação de largura de porta para acesso de cadeirantes. Também na parte social tiveram eventos, como comemoração de datas comemorativas; passeios; festas de aniversariantes (individual); recreação e lazer em espaços públicos.

Há 10 Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos (CECONs). Foi inaugurado neste ano dois equipamentos (Jardim Rio Branco e Quiosque da Praia do Itararé).

Teve participação em competições esportivas e culturais dentro e fora do Município; eventos comemorativos.

Os seis CICAP’s atendem à população em busca de geração de renda com cursos profissionalizantes.

Os dois CREAS - Criança e Adolescente e Adulto – Receberam adequação do espaço físico para atendimento individual, em grupo, oficinas, sala de recreação (brinquedos); Instalação de interfone eletrônico. Já o Centro POP, que atende a população de rua, foi reformado com adequação das salas para atendimento individual, em grupo, e oficinas, com implantação de oficinas de material reciclável.

Equipagem: - Aquisição de veículos exclusivos para atender às necessidades;

- Internet e TV a cabo nos equipamentos com acesso à rede do MDS (acesso a teleconferências para estudo e capacitação dos técnicos);

Equipe Técnica: A SEAS fornece suporte especializado aos profissionais de nível técnico e operacional através de capacitação e supervisão contínuas.

- Existe interlocução entre a Rede Socioassistencial Pública e Privada assim como outras Secretarias (ex.: Educação, Saúde, Habitação, Esporte e Cultura), Judiciário (Ministério Público e Defensoria Pública). Para tanto são realizadas reuniões periódicas com todos esses atores visando ao estudo e análise na melhoria do atendimento aos usuários.

 Assuntos Jurídicos – Para ampliar e dar mais rapidez ao atendimento a processos das áreas cíveis e de família, a Prefeitura de São Vicente inaugurou, em 2013, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC). Entre as questões que passaram a serem solucionadas, estão problemas relacionados a colisões de trânsito, cobrança de serviços públicos e brigas de vizinhos. 

Capacitação – Em agosto de 2014, o Fundo Social inaugurou a Escola de Moda que é um plano de qualificação profissional voltado às moradoras do município, maiores de 18 anos. Ao todo são 140 horas de curso, divididas entre aulas teóricas e práticas, além de capacitação profissional com aulas de corte e costura, modelagem e empreendedorismo. A Cidade é a primeira da Baixada Santista a oferecer o curso "Roteiro de Costura"

 A iniciativa foi resultado de um trabalho desenvolvido pela presidente do FSS SV, Valéria Lins, que desde fevereiro de 2013 começou a visitar os projetos da presidente do Fundo Social do Governo de São Paulo (FUSSESP).

Codesavi – O principal desafio foi a questão do lixo e para solucionar o problema, a Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi), realizou diversos mutirões. Só em janeiro, foram mais de 27 toneladas de lixo recolhidos. Durante o ano, mais de 25 toneladas foram recicladas.

Destaque para a reforma do Centro de Iniciação e Capacitação Profissional (Cicap) da Cidade Náutica. Além de várias unidades educacionais e praças.  O Centro Esportivo Beija-Flor, na Vila Margarida, também recebeu a intervenção das equipes de manutenção da Codesavi.

Comércio – Logo no começo deste  ano (2015), a Prefeitura passou a emitir o alvará comercial em apenas 48 horas. Na maioria das cidades o processo demora pelo menos 15 dias. A medida visa incentivar atividades econômicas no município.

Cultura – Realização e/ou resgate de festivais Naha Matsuri, Quadrilhas Juninas, Dança São Vicente, FlashMob; implantação do Programa Ouvir e Brincar de sensibilização musical nas creches e classes de Educação Infantil; reabertura das Oficinas Culturais, com capacidade para 1.500 alunos; Programa Baús de Leitura em órgãos públicos, escolas e ONG's; restauração do Museu dos Escravos, com inauguração prevista para janeiro de 2015; vinda de artistas estrangeiros para a Encenação da Fundação da Vila de São Vicente; Festival Internacional de Teatro Infantil - FITI; envio de um produtor cultural (pela primeira vez) a Naha, Japão, dentro do convênio de cidades-irmãs; criação da Galeria Virtual de Artes.

Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia – Além do PAT, em 2013 a Prefeitura realizou a 1ª Feira do Emprego que ofereceu 2.200 vagas. A 2ª edição foi realizada em maio e disponibilizou duas mil oportunidades. O setor realizou também a 3ª edição com a participação de 35 empresas que oferecem mais de duas mil e duas vagas em vários setores. O PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) foi à Área Continental durante o ano, para levar as oportunidades de emprego para os moradores mais isolados. Entre os destaques da pasta em 2014 estão o I Encontro Metropolitano de tecnologia da Baixada Santista e os cursos gratuitos de inclusão digital, tanto na Área Insular, quanto na área Continental.

Educação - Em 2013, a Secretaria de Educação, em parceria com a CODESAVI, revitalizou várias unidades escolares que estavam em estado precário quanto à estrutura física do prédio:: EMEF Leonor Guimarães Shoffel, EMEF Prof. Luiz Pinho Rodrigues, EMEI Clemente Ferreira, EMEF Jonas Rodrigues, Creche Nossa Senhora  de Fátima CAIC, Creche Vovô Vitalino, Creche Arcanjo São Rafael, EMEF Jorge Bierrenbach Senra, EMEF Otávio de Césare.

Foram realizadas também reformas nas partes elétrica e hidráulica de outros tantos equipamentos. As EMEI’s e creches receberam coleções "Barsa" e material pedagógico. Foram aplicados projetos próprios e em parceria, como "Sol amigo da infância" (Rotary Club), "Ouvir e Brincar" (SECULT), Lindo Lance, que levou alunos da rede para a cidade de Betim (MG) e ganharam prêmios. Tivemos ainda o projeto "Pés Velozes”, no qual onde os alunos do CECOF se sobressaíram entre todos os da Baixada Santista.

A Seduc colocou professores no Maternal II das creches. A Educação Infantil realizou vários projetos próprios como: o projeto Horta e o Gira Girou (contador de histórias). Outra conquista foi a criação do Prêmio Educador em Destaque que valoriza os projetos inovadores criados e aplicados pelos professores da rede.

 Em 2014 os alunos do Ensino Fundamental também tiveram aulas de Artes e Educação Física, de 1º ao 5º ano. Também em 2014 a Seduc recebeu kits de robótica e Inclusoteca.

Em relação aos avanços concedidos aos professores, desde o início desta Administração, a Secretaria de Educação recebeu representantes do Sindicato e dos professores para discutirem melhorias à categoria, das quais foram concedidas:

-  Concessão de 7% de aumento salarial em 2014;

-  Concessão de 20% de aumento no valor do abono alimentação;

-  Pagamento do bônus assiduidade aos professores durante o ano de 2015 de acordo com o dissídio coletivo;

- Implantação do professor especialista de Educação Física e Arte nos anos iniciais do Ensino Fundamental;

-  O PEB I que ministra aulas de arte recebe o valor hora/aula igual ao do PEB II;

-  Implantação de 1/3 da jornada do professor em atividades extraclasse: das 200 horas/aulas atribuídas por mês, o professor passa um terço (cerca de 67 horas/aula) em atividades fora da sala de aula, como planejamento de aulas, correção de atividades, reuniões administrativas e pedagógicas, capacitações, entre outras;

-  Redução da jornada integral do professor de 34 horas/aula com aluno para 26 horas/aula, professor cumpre a jornada integral em um só período.

-  Implantação do horário de trabalho pedagógico individual;

-  Aumento de aproximadamente 30% no número de professores efetivados;

-  Fixação de sede para coordenador e assistente.

-  Atribuição de aulas para o CESIN e CESCON baseada em projeto e tempo de serviço;

-  Atribuição de aulas para E.J.A. e Educação Especial baseada em tempo de serviço;

-  Manutenção e reforma de Unidades de acordo com cronograma;

-  Transparência nas ações da Secretaria;

-  Repasse total das verbas MEC (PDDE, Mais Educação, Mais Cultura, Acessibilidade etc) – diretores com autonomia para aplicação das referidas verbas.

Em março deste ano, a SEDUC iniciou as conversações com o sindicato para concluir a minuta do acordo sobre o Bônus Assiduidade, atualmente em trâmite na secretaria de Assuntos Jurídicos. 

Esportes, Turismo e Lazer - Em 2014, São Vicente capacitou centenas de pessoas, a partir do projeto Novos Navegantes. Eles receberam cursos de bartender, camareira e garçom, além de inglês para jovens que queiram trabalhar em alto mar.

Fundo Social – O Fundo Social de Solidariedade (FSS) realizou diversas ações no decorrer do primeiro ano de mandato. Além dos cursos oferecidos, como a Escola de Moda, de Beleza e a Padaria Artesanal, a instituição arrecadou e distribuiu mais de uma tonelada de alimentos e brinquedos para creches e associações municipais.

As parcerias que possibilitaram a realização destas ações tiveram início em janeiro com a arrecadação de mais de 15 mil toneladas de leite em pó e achocolatado, que foram trocados por ingressos para a 31ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente. Esses itens foram distribuídos para as creches do município.

Outro ponto de destaque foi o leilão da doação em prol da saúde, organizado pelo Fundo Social, o evento obteve como resultado final a arrecadação de R$ 3.017.967,08 entre doações e repasses de verba parlamentares. As emendas somaram mais de R$ 2,7 milhões. As outras doações, efetuadas por empresários, autoridades municipais e pessoas físicas totalizaram R$ 267.967,08, entre macas de transporte, cadeiras de banho, cadeiras de rodas, colchões de solteiro, colchões caixa de ovo, capas para colchões, lixeiras, lençóis, fronhas, travesseiros, aparelhos de ar-condicionado, expurgos, camas hospitalares entre outros materiais. 

Além disso, o FSS SV contou com doações de instituições, que possibilitaram o atendimento a diversas entidades cadastradas. A faculdade União Brasileira Educacional – UNIBR de São Vicente, juntamente com os alunos, promoveram os VII Jogos de empresa e doaram produtos de higiene pessoal. Os alunos de medicina da Universidade Metropolitana de Santos - Unimes promoveram o Trote solidário, onde arrecadaram alimentos. Além da doação de 15 mil pães do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de Santos e Região, em comemoração ao Dia do Pão. Em novembro, a Kallan Calçados de São Vicente doou 8 mil itens entre pares de sapatos e acessórios.

Em 2013, São Vicente foi, pela primeira vez, a sede do Bazar Solidário Metropolitano, que ocorreu no Centro de Convenções da Costa da Mata Atlântica, contando com a participação de todos os Fundos Sociais da Região Metropolitana que arrecadaram itens novos para venda, cuja renda foi revertida para a compra de cobertores. O Fundo Social de São Vicente também realizou os Bazares da Solidariedade nas Escolas José Luiz Pinho de Carvalho e Prefeito Jorge Bierrenbach, onde foram vendidos calçados, roupas em geral, móveis e utensílios domésticos.

Gabinete - São Vicente conta uma base móvel para policiamento comunitário para o combate à violência, enviada pelo Programa Crack, é possível vencer, do Ministério da Justiça. A unidade dá suporte às ações de patrulhamento nas cenas de venda e consumo de crack e outras drogas. É equipada com 7 câmeras, uma delas em um mastro com 20 metros de altura com alcance de 1.200 metros. A princípio, a base móvel de monitoramento funciona durante as 24 horas nas orlas do Gonzaguinha e Itararé, e Centro da Cidade.

Habitação – Em 2013 foram entregues 210 unidades habitacionais. No ano seguinte, foram concluídos 380 apartamentos do São Vicente II pelo Programa Minha Casa Minha Vida, no bairro da Vila Ema. Cento e vinte  famílias da Av.  Brasil, no México 70, foram beneficiadas com apartamentos do Conjunto Habitacional Rio Branco, na Área Continental. Em andamento a construção de 400 unidades habitacionais no Conjunto Residencial Rio Branco, Área Continental, com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. Os contemplados serão os moradores cadastrados no México 70.

A atual gestão já regularizou a situação de 842 famílias que estavam em terrenos do Município ou União, com a entrega do Termo de Concessão de Uso Especial para Fins de moradia, equivalente a uma escritura definitiva.

Foi assinada a compra do Conjunto Primavera/ Penedo pela CDHU, após negociação com os governos Estadual e Federal. As obras estão paralisadas há mais de 10 anos. 500 unidades serão destinadas a moradores inscritos nos programas habitacionais da Cidade.

Também foi assinado o contrato que autoriza o início do Conjunto Habitacional Tancredo Neves III. O Conjunto disponibilizará 1.120 unidades para moradores do Município pelo Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal que investirá 62 mil por unidade e terá um aporte do Governo do Estado no valor de 30 mil reais.

Em parceria com a Secretaria de Habitação do Estado, foram destinados mais de R$ 1,5 milhão para a pavimentação e drenagem da Avenida Brasil, no México 70; e das ruas 1, 2, 3, 4, 5, e 6, no Parque Bitaru.

Obras e Meio ambiente – Drenagem e reurbanização da bacia do Catiapoã em andamento. Projeto também prevê melhorias nas avenidas Dr. Alcides de Araujo e Vereador Lourival Moreira do Amaral. A obra irá minimizar problemas de enchentes beneficiando 50 mil moradores.

Relação de projetos enviados pela Secretaria:

Revitalização da Praça da Biquinha de Anchieta

SEP/UAM

2013

Reforma do Cine 3D e Entorno

SEP/UAM

2013

Reforma do Museu dos Escravos

DADE

2013

Reforma e Ampliação das Coberturas das Calçadas do Centro da Cidade

DADE

2013

Reforma de Piso no Calçadão da Av. Juarez Távora

UAM

2014

Ciclovia da Área Continental-Trecho Quarentenário-

DADE

2014

Infraestrutura em Ruas de Interesse Turístico no Município-Ilha Porchat-

DADE

2014

Reforma de Quadra Poliesportiva na Av. Juarez Távora

UAM

2014

Urbanização e Infraestrutura em Vias Turísticas-Av. Dr. Alcides de Araújo e Vereador Lourival M. do Amaral-1ª ETAPA-

DADE

2014

Urbanização e Infraestrutura em Vias Turísticas-Vereador Lourival M. do Amaral-2ª ETAPA-

UAM

2014

Implantação de Estrutura Complementar na Orla da Praia do Itararé-

DADE

2014

Reforma e Urbanização de Praça Publica

SEP/UAM

2014

Construção de Conjunto Esportivo e Playground

CAIXA

2013

CIE-Centro de Iniciação ao Esporte

CAIXA

2014

 

Foram realizadas ações de fiscalização na orla do Itararé contra poluição sonora para o sossego publico dos moradores.

Outras ações: fiscalização em estabelecimentos comerciais do centro visando combater abusos de barulho e fiscalização de caminhões transportadores de resíduos sólidos, para evitar impactos ambientais, principalmente em áreas de preservação permanente.

  Está em andamento plantio e replantios em escolas municipais das Áreas Insular e Continental, rearborização da orla da praia do itararé com novas palmeiras e ao longo de todo trecho da Avenida Angelina Pretti, plantio de novas espécies arbóreas, assim como na orla do Gonzaguinha. A medida faz parte do Plano de Compensação devido à retirada de árvores para as obras VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

 Foram assinados convênios com o Fundo Estadual de Controle a Poluição (Fecop) ligado a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, para aquisição de novo caminhão da coleta seletiva, para atender a Área Continental; com o Fundo Estadual de Controle Poluição (Fecop) ligado a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, para aquisição de triturador de galhos, que auxiliará os procedimentos de podas de árvore no Município.

 Renda – Visando a geração de trabalho e renda o FSS SV também promoveu o Bazar temático de Dia das Mães no Paço Municipal, onde entidades e artesões puderam expor e divulgar o trabalho, além de vender os produtos.

No 1º Bazar Empreendedor Solidário as entidades e artesões da Cidade puderam colocar em prática tudo o que aprenderam no Curso de Empreendedorismo, oferecido pelo Fundo Social, como critério de qualidade de comercialização dos trabalhos, atendimento ao cliente, identificação visual dos produtos, vitrine, catalogação das peças, controle de estoque e planilha financeira. Com o resultado positivo da iniciativa foi realizado o Bazar Empreendedor Solidário de Natal e também o 1º Bazar da Escola de Moda, onde foram vendidas peças como vestido, camisa manga longa social feminina, calça feminina, bolsas, peças decorativas, confeccionados pelas alunas do curso “Roteiro de Costura” e “Borbado à Mão”.

Saúde - Várias ações foram realizadas para criar mais vagas hospitalares. A reforma no Hospital São Vicente começou pela ala “E” que passou a oferecer 30 leitos. O Governo Federal destinou R$ 1,5 milhão para a compra dos equipamentos.

A reforma da ala “B”, iniciada em março, foi finalizada pela Administração Municipal e teve a participação de militares do 2º Batalhão de Infantaria Leve (2º BIL). Esse espaço é destinado à pacientes encaminhados pela rede municipal de saúde, e conta com 42 leitos, 15 deles voltados à pediatria.

No Hospital Municipal as reformas continuam para humanizar o atendimento e melhorar as condições de trabalho. Foram substituídas telhas para acabar com antigas infiltrações para conter as infiltrações e goteiras e no 3º andar, que disponibilizou mais 40 leitos à população; realizada troca e adequação das portas para possibilitar a entrada de macas, conserto e pintura das paredes e melhorias nas partes de elétrica e hidráulica.  O antigo repouso, onde as pessoas ficavam amontoadas em macas, foi extinto Agora a unidade conta com expurgo, espécie de tanque para rejeitos hospitalares. A segunda sala para exames de raio X, fechada há quatro anos, foi reaberta. A UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), salas de espera, consultórios para urgências e sala de medicação foram reformados e ampliados. O 1º andar também foi totalmente reformado. As novas acomodações são destinadas a pacientes clínico-cirúrgicos.  Fechada há quatro meses para a reforma, a ala oferece 22 leitos distribuídos em sete quartos, com banheiros individuais. O posto de enfermagem foi remodelado, com colocação de bancada e pia para preparação de medicação. Foram criados espaços para prescrição médica, expurgo e depósito para material de limpeza, além de outras melhorias. Somente em 2014 foram entregues 11 ambulâncias do SAMU 192.

Foi inaugurada a UBS - Unidade Básica de Saúde para atender os moradores dos bairros Saquaré e México 70. A unidade conta com sete salas de consultórios para clínica geral, pediatra, ginecologia, odontologia, enfermagem, pré-consultas, além de sala de espera mais ampla.

Já no Parque São Vicente, a UBS foi ampliada, e passou a contar com três consultórios médicos, consultório odontológico, farmácia, salas de enfermeira, agentes comunitários, inalação, curativo, acolhimento e procedimentos, além do almoxarifado. Nas unidades acontecem atendimentos de clínica geral, ginecologista, pediatra, dentista e enfermagem.

Apesar de tantos desafios, a pasta da Secretaria da Saúde contou com importantes conquistas em 2014. Em janeiro, (23/01), a Secretaria da Saúde de São Vicente entregou à população a Unidade Básica de Saúde (UBS) Aluisio Conceição Costa – Caic, após passar por ampla reforma.  Todas as paredes, que antes eram de divisórias, agora são de alvenaria. A farmácia e a sala de vacina foram ampliadas e os pisos trocados. O telhado foi refeito e a unidade ganhou nova pintura. A UBS Caic possui cinco consultórios que atendem nas áreas de Pediatria, Clínica Geral e Ginecologia, além de salas de enfermagem e pré-consultas. Também conta com farmácia, salas de espera, de vacina, de curativos e de reuniões. A unidade conta com dois profissionais do Programa Mais Médicos.

 Em janeiro também, foi reinaugurada uma UBS Saquaré/México 70. A unidade conta com sete salas de consultórios para clínica geral, pediatra, ginecologia, odontologia, enfermagem, pré-consultas, além de sala de espera mais ampla. Já em março, a Secretaria da Saúde entregou a Unidade de Saúde da Mulher, após quatro meses de reforma. O local agora conta com recepção climatizada e TV, dois consultórios médicos, salas de administração, procedimentos, esterilização de materiais, ultrassonografia, expurgo, banheiro com acessibilidade e copa. O posto de coleta de leite materno também passou por adequação e agora tem estrutura apropriada, onde as mães, no momento da amamentação, recebem orientação e apoio. O custo da reforma foi de R$ 133.423,47.

Em junho, foi entregue a UBS Parque São Vicente, ampliada, e que passou a contar com três consultórios médicos, consultório odontológico, farmácia, salas de enfermeira, agentes comunitários, inalação, curativo, acolhimento e procedimentos, além do almoxarifado. Nas unidades acontecem atendimentos de clínica geral, ginecologista, pediatra, dentista e enfermagem após grande reforma. No mês seguinte, a UBS Japui foi entregue, totalmente reformada, com um consultório a mais e sala para os agentes de saúde.

Em setembro, foi reinaugurada a UBS Pompeba, oferecendo mais espaço e conforto para seus pacientes. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Tancredo Neves foi entregue 22/10, totalmente reformada. Com as modificações, a unidade agora está equipada com três consultórios médicos, além de consultórios de enfermagem e odontológico, salas de procedimentos, acolhimento, vacina e curativos.

A pasta realizou, ainda, mutirões de cirurgias de catarata (com 550 pessoas atendidas), vacinação contra a gripe (11 mil atendidos), contra HPV, que ainda está acontecendo, e de cirurgias de botox para pacientes com sequelas de problemas neurológicos.

A Secretaria da Saúde de São Vicente aderiu ao Programa Mulheres de Peito, do Governo do Estado de São Paulo, para incentivar mulheres a realizar exames de mamografia e estimular o diagnóstico precoce do câncer de mama. O objetivo, além de suprir a demanda reprimida, é diminuir o tempo de espera para a realização da mamografia.

Em junho foi realizada pesquisa inédita de satisfação na Maternidade Municipal, em parceria com o Instituto Acqua. O levantamento feito com 88 pacientes apontou índice de 91,59% entre muito bom e bom para o atendimento realizado no local.

A dengue também foi controlada no Município. Neste ano foram constatados 208 casos confirmados (até novembro), contra 2.989 do ano anterior.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, autorizou em 13/08, a construção de um hospital regional em São Vicente que vai oferecer 400 leitos e atender os nove municípios da Região Metropolitana. A novidade foi recebida pelo prefeito Luís Cláudio Bili, e secretário da Saúde, Antonio Rua Vieira, após entregarem pessoalmente ofício com a solicitação. O município tenta uma contrapartida do Estado para viabilizar a obra.

 Subprefeitura - Em 2013, várias ruas foram asfaltadas na Área Continental, com serviço intensificado neste ano. Entre os bairros beneficiados estão Gleba II, Samaritá, Rio Branco e Ponte Nova. Todas as vias receberam guias, sarjetas, drenagem e foram pavimentadas. A Subprefeitura vem realizando mutirões para recolher lixo e entulho nos 12 bairros.

Transportes – Logo que assumiu, o prefeito Bili determinou uma economia de combustível e corte de gastos com aluguel de veículos, além da desativação de mais de 290 aparelhos de telefone celular, com a economia de 1,5 milhão de litros de combustível. Hoje, cada secretário usa seu aparelho de telefone particular.

A Secretaria de Transportes de São Vicente (SETRANS) realizou diversas ações focadas em melhorias do viário, como a revitalização na área de Sinalização, vertical e horizontal das principais vias da Cidade. Foram feitas faixas de pedestre, faixa de divisão de pista, de estacionamento, entre outras. A Secretaria executou a pintura de sinalização de solo nas principais vias da Cidade e com intuito de garantir um trânsito seguro e facilitar a travessia dos pais e alunos, também revitalizou a sinalização em frente das escolas públicas e particulares da Cidade. As ações seguiram pelo Bolsão da Praia do Itararé e se estenderam por toda orla Vicentina. A proposta da Secretaria foi de limpeza, troca, remanejamento e instalação de placas de trânsito.  No local, também foi realizado a demarcação de estacionamento regulamentado da Zona Verde.

Neste ano, a grande ação da Secretaria foi a realização da Semana Nacional de Trânsito 2014, que envolveu ações educativas com alunos da rede municipal de ensino e nos principais cruzamentos com intervenções teatrais. Com o tema “Todos Juntos Fazem um Trânsito Melhor” foi desenvolvida uma série de atividades educativas que priorizam a segurança do pedestre.

Outras conquistas da Gestão Bili:

VLT – As obras do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que ocupa uma antiga linha férrea para ligar as cidades do litoral paulista foram iniciadas no primeiro ano de mandato da administração do prefeito Bili. O custo das obras neste trecho alcança R$ 313,5 milhões. O investimento total é de cerca de R$ 1 bilhão. O trecho será servido por um terminal (Barreiros), uma Estação de Transferência (São Vicente), pátio de apoio do VLT e 11 estações de embarque/ desembarque ao longo do traçado, seis em São Vicente e cinco em Santos.

Enchentes na Região Central - O principal projeto para acabar com as enchentes é a Macrodrenagem de toda a Cidade, com recursos do Ministério das Cidades. O projeto já foi apresentado e aguarda liberação dos recursos”.

Fotos: Divulgação/PMSV