Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Santos aos 469 anos se preparando para o futuro

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-01-26 -04:43

Santos aos 469 anos se preparando para o futuro

“Estamos preparando a cidade para as próximas décadas

 

Atendendo a solicitação do Espaço Aberto, o prefeito santista, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), fez um balanço de sua gestão frente à Administração e relacionou os projetos e ações, que segundo ele, necessários para dotar a Cidade de infraestrutura necessária para as próximas décadas.

 

Projetos e ações

 

“A implantação dos projetos estruturantes tem sido prioridade desde o início do governo e continuará a ser em 2015. São estes os projetos que realmente vão modificar as condições da Cidade e prepará-la, dotá-la da infraestrutura necessária para as próximas décadas. O exemplo mais evidente é o VLT, que tem sua primeira fase quase concluída e a segunda em processo licitatório com início das obras previsto ainda para o primeiro semestre.

 

Trabalhamos para entregar à população os túneis Santos/Guarujá e Santos/ São Vicente, a nova entrada da Cidade, as obras de macrodrenagem da Zona Noroeste e a implantação do Centro de Controle Operacional (CCO), estrutura que vai garantir maior eficiência na gestão do dia a dia da Cidade. Somente esses projetos em andamento têm investimentos da ordem de R$ 5 bilhões, com a participação das três esferas de governo: Prefeitura, Estado e União.


Colocamos ainda em prática os programas de eficiência administrativa, para reduzir os gastos com custeio da máquina administrativa e aumentar os investimentos, como a parceria com o Comunitas, com o trabalho de equilíbrio fiscal, e a implantação do Programa de Participação Direta de Resultados, com metas e compromissos assumidos pelos secretários que serão avaliadas ainda neste primeiro trimestre.

 

Também iniciamos uma série de intervenções para melhorar a infraestrutura das unidades municipais de saúde, educação e assistência social, que vão garantir um novo padrão e permitir um atendimento mais humanizado, valorizando tanto usuários quanto servidores.

 

São  projetos que começam a ser concluídos em 2015. O PROSaúde está realizando reforma em diversas unidades, além da construção de outros equipamentos com investimentos de mais de R$ 85 milhões. São nove policlínicas em obras (Ponta da Praia, Morro Santa Maria, São Bento, Alemoa, Jardim Piratininga, Bom Retiro, Vila Nova, Caruara e Aparecida) e vamos iniciar nos próximos dias mais uma: a Policlínica da Areia Branca. Neste período entregamos duas novas unidades: Gonzaga e Monte Serrat.

 

Também estamos reestruturando o setor de urgência e emergência, com as obras da UPA da Zona Noroeste e Central, esta última em parceria com a Fundação Lusíada. Finalizamos ainda a licitação da UPA da Zona Leste, que deverá iniciar em breve. Vale destacar que já está em obras o Hospital dos Estivadores, que terá um papel importante neste processo de reestruturação do setor.


O PROEducação vai garantir as unidades municipais dentro de um novo padrão de acessibilidade e infraestrutura, incluindo o revestimento das escolas, o que vai garantir menor manutenção no futuro. A primeira unidade neste sistema já foi entregue e fica em Monte Cabrão, além de estar neste novo padrão, ampliamos a unidade para atendimento também para creche, uma antiga reivindicação dos moradores. Neste ano, também iniciamos a obra da Creche do Marapé e em breve iniciaremos as obras da Creche do Embaré. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 18 milhões com essas intervenções.

Outra área que vem recebendo atenção é a de mobilidade, com implantação de mais ciclovias, mais estações do bikesantos, um dos maiores programas de pavimentação da história da Cidade, além das mudanças do transporte coletivo em curso.

 

Em 2014 entregamos 100 ônibus com ar condicionado e vamos entregar mais 50 veículos climatizados até o fim de janeiro, colocando Santos com mais de 50% da frota climatizada, à frente de capitais como São Paulo e Rio de Janeiro. Temos ainda 100% da frota com internet por wi-fi, ampliamos os postos de recarga do cartão transporte e implantamos o sistema que permite identificar em quanto tempo o ônibus vai chegar no ponto. Tudo isso, foi feito sem reajustar a tarifa, que continua a mesma desde 2012, o maior período da história da Cidade sem reajuste na tarifa.

Com relação às ações específicas para a melhoria da mobilidade, iniciamos o maior programa de pavimentação da história na Zona Noroeste. São 56 quilômetros que serão realizados na Zona Noroeste e mais oito nos morros, com investimentos de R$ 42 milhões. Está em licitação também a pavimentação da Zona Leste.

As ciclovias também estão sendo ampliadas. Finalizamos cerca de 2 quilômetros de ciclovia na Rua João Pessoa e estão em obras mais 6,5 quilômetros nos canais 4,5 e 6. Em 2015, estão programados mais 10 km de pistas, perfazendo um total de 51,5 km. Destas novas vias, 7,25 quilômetros serão na Zona Noroeste e 2,8 na região do Macuco, Vila Mathias e Vila Nova fazendo a ligação com o Centro”.

 -Fotos: Tadeu Nascimento