Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Começa campanha salarial no setor de refeições coletivas

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-02-23 -00:16

Começa campanha salarial no setor de refeições coletivas

Os 5 mil trabalhadores nas empresas de refeições coletivas de Cubatão, Baixada Santista e Litoral Paulista iniciarão campanha salarial na próxima sexta-feira (27), às 18h.

Em assembleia no sindicato da categoria, conhecido por Sintercub, será definida a pauta de reivindicações para a data-base de abril, entre elas o reajuste salarial com base na inflação e o aumento real.

Para o presidente do Sintercub, Abenésio Santos, a sede “precisa ficar lotada, independente de o pessoal ser ou não sindicalizado. A assembleia e seus resultados valem para todos”.

“A participação da categoria é necessária porque 2015 promete ser um ano muito difícil. A organização será vital para uma boa campanha. Se for preciso, faremos assembleias nas portas das fábricas”, diz Abenésio.

“Não aceitaremos a choradeira patronal de que 2014 foi um ano ruim porque teve copa do mundo e eleições gerais. Os trabalhadores não têm culpa de nada disso”, pondera o sindicalista.

Pauta - Além do reajuste, do aumento real, vale-refeição, participação nos lucros ou resultados (PLR), cesta básica e outros pontos, a categoria, segundo o líder sindical, “exigirá convênio médico de qualidade”.

A diretoria apresentará uma proposta, mas o sindicalista pede que os participantes “também levem suas considerações e anseios. Afinal, quem está no dia a dia do trabalho sabe melhor onde dói o calo. Com a casa cheia, os patrões saberão que estamos organizados, mobilizados e dispostos a lutar pelo que achamos justo. Assim, teremos mais chance de sucesso”, destaca o sindicalista.

As negociações, que envolverão outros sindicatos paulistas e a federação estadual da categoria, serão com o sindicato das empresas de refeições coletivas do Estado de São Paulo (Sinderc).

O Sintercub fica na Rua Bernardino de Pinho Gomes, 741, Jardim São Francisco, Cubatão. Para divulgar a assembleia, o sindicato distribui tabloide, de quatro páginas, explicando detalhes do movimento. (Redação: Paulo Passos. Foto: Vespasiano Rocha)