Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Incêndio de grandes proporções, continua no bairro Alemoa

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-04-02 -23:01

Incêndio de grandes proporções, continua no  bairro Alemoa

São 23h, e os tanques continuam queimando no bairro Alemoa. O incêndio começou por volta das 10h20 desta quinta-feira (2). Uma explosão foi o prenúncio do incêndio de grandes proporções em um dos tanques de combustível da empresa Ultracargo, no bairro industrial Alemoa em Santos.

Durante o dia outras explosões foram ouvidas e outro tanque da empresa foi atingido aumento as labaredas e os rolos de fumaça vistos de  longa distância. Apesar da proporção do incêndio e do risco pelo fato do local abrigar mais de 170 tanques de combustíveis, como etanol entre outros e produtos químicos, segundo o Corpo de Bombeiros, não foram registradas vítimas com queimaduras, apenas por inalação de fumaça e crise nervosa. As primeiras pessoas (funcionários da Ultracargo e de outras empresas) foram atendidas por equipes do Samu no local e algumas encaminhadas ao Pronto Socorro Central que após medicadas  foram dispensadas.

Durante o dia, 80 homens do Corpo de Bombeiros da região e da Capital, permaneceram no local, na expectativa de resfriar os tanques próximos aos que estão sendo consumidos pelas labaredas e controlar o incêndio.  No local, desde as primeiras horas do sinistro, o navio Governador Fleury, do Corpo de Bombeiros permanece ao largo auxiliando (retirando água do canal do porto) no combate ao incêndio.

Nota oficial – Em nota, a Ultracargo, no início da tarde encaminhou nota à imprensa informando que  o incêndio estava sob controle e que  não havia risco de as chamas se espalharem e que ainda é cedo para apontar as causas do incêndio

Devido ao sinistro o acesso pela margem direita ao Porto foi interditado. O acesso de caminhões ao porto está sendo feito pelo centro de Santos e a saída para a Via Anchieta, pela Rua Cristiano Ottoni.

O acesso ao centro de Santos e ao município de São Vicente ficou extremamente comprometido. A Ecovias, concessionária que opera o Sistema Anchieta-Imigrantes, bloqueou o acesso ao Viaduto do Alemoa, no km 64 da Anchieta. Os veículos pesados, que não são autorizados a circular no trecho urbano, vão aguardar até a liberação da via.

(Foto: Zé  Bastos (colaborador)