Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Prefeito recebe representante dos servidores

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-05-12 -21:08

Prefeito recebe representante dos servidores

O prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão (PSDB), recebeu nesta terça-feira (12), o representante dos servidores públicos municipais para tratar de assuntos de interesse da categoria, Givanildo Berto da Silva.

 

Na audiência, agendada para tratar de vários interesses dos servidores, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Praia Grande, Berto da Silva que considerou satisfatório o reajuste de 8,5% apresentado enviado pela Administração à Câmara, disse: “Temos de reconhecer que o percentual de 8,5% é o melhor possível hoje, levando-se em conta não só a situação vivida pelo País como também a média de aumentos concedidos nos municípios de São Paulo, que girou em torno de 7%”.

 

Berto aproveitou a audiência para falar da queixa dos sindicalizados contra o descredenciamento de comércios locais para aceitação do cartão-alimentação. Marcelo Kameiya, secretário de Administração, presente ao encontro, esclareceu que novo procedimento licitatório está em fase de conclusão, visando melhorar a oferta desse benefício. 

Plano de Saúde - Na audiência, o prefeito Mourão destacou que estudos sobre a possibilidade de um financiamento da Prefeitura a consultas e exames médicos e internações hospitalares: “Não desisti da ideia, como alternativa ao fato de a ANS (Agência Nacional de Saúde) impedir os municípios de terem seus planos de saúde”. 

A elaboração de planos de carreira para várias categorias profissionais do quadro da Prefeitura foi outro tema abordado no encontro, tendo o prefeito revelado que está sendo avaliada uma nova versão dos planos. A Prefeitura de Praia Grande já conta com Planos de Carreira para o Magistério, Agente de Fiscalização, Procurador, Guarda Municipal, Atendente de Educação II e Técnico Desportivo.

 
Urgência - O projeto de lei complementar que dispõe sobre a revalorização da remuneração mínima mensal dos cargos dos servidores do Poder Executivo foi encaminhado à Câmara na segunda-feira (11), com pedido de votação em regime de urgência para que o reajuste incida no pagamento do final deste mês de maio.

Na justificativa ao projeto, o prefeito explica que a Administração tem corrigido suas principais fontes de receita, principalmente o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), tomando por base a inflação aferida no período, representada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). E que o reajuste salarial parte da mesma base, mas é concedido num índice sempre acima do IPCA, de forma que os servidores recebam um aumento real e não apenas uma correção.

A proposta da Prefeitura concede reajuste linear de 8,5% nos salários, para um índice apurado em 8,17% desde o último reajuste, em maio do ano passado, representando 0,33% de aumento real. (Divulgação/PMPG)