Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Policiais protestam por melhores salários e condições de trabalho

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-06-12 -01:40

Policiais protestam por melhores salários e condições de trabalho

Um grupo de policiais civis da Baixada Santista e Vale do Ribeira, realizou uma manifestação na manhã de quinta-feira (11) por melhores salários e condições de trabalho. O protesto realizado às primeiras horas do dia, protesto foi organizado pelo Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil da Região de Santos (Sinpolsan).  Os manifestantes passaram por diversas ruas e avenidas do Centro de Santos e chegou a atrapalhar o trânsito.

 A passeata teve início no prédio do Instituto Médico Legal (IML), na Av. Martins Fontes e seguiu até o Palácio da Polícia. Os policiais informaram que os salários estão defasados, e que não há estrutura adequada nas edificações utilizadas pela polícia na região, além do número reduzido de profissionais para atender a área..

Nota oficial – A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo em nota oficial esclarece que o projeto da reforma do prédio da Polícia Civil (Av. São Francisco) está em elaboração e  que em momento algum a Polícia Civil de Santos foi procurada pelo sindicato, mas que está aberta a propostas que possam melhorar as condições de atuação da corporação.

A nota diz ainda que a reforma no IML  terá início logo que a CPOS (Companhia Paulista de Obras e Serviços) conclua o memorial descritivo e o projeto que prevê adequação do prédio e obras de ampliação, com reformas hidráulica, elétrica e a construção de uma pequena barragem de contenção e que serão disponibilizados equipamentos considerando as necessidades de câmaras frias, bombas hidráulicas, entre outros. Informa ainda que durante as obras, os funcionários serão realocados para outras Equipes de Perícias Médico Legais da região.

O comunicado diz que “vários investimentos têm sido feitos para melhorar o atendimento a população e reforçar o policiamento no Estado de São Paulo. Com os concursos em andamento, serão contratados para todo o Estado de São Paulo mais 6 mil soldados para a PM, 129 delegados, 788 escrivães e 1.384 investigadores para a Polícia Civil. Para a Polícia Técnico-Científica, serão contratados 89 atendentes de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais e 145 auxiliares de necropsia para a Polícia Técnico-Científica. Serão abertas, também, 1.741 vagas para a Polícia Militar nos próximos meses, autorizadas pelo governador em fevereiro de 2015”. (Foto: Celina Frans)