Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

O adeus ao eterno Capitão Zito

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-06-16 -19:41

O adeus ao eterno Capitão Zito

Morreu neste domingo (14), José Ely de Miranda, mais conhecido como Zito, o eterno capitão Zito, uma das glorias do futebol do Santos F.C., do Brasil e do mundo.um dos Ele morreu aos 82 anos, em sua casa, em Santos. Pela morte de Zito, o Santos F.C. decretou sete dias de luto oficial.

Depois do velório, realizado na segunda-feira (15) na Memorial Necrópole Ecumênica, o corpo foi encaminhado para Roseira, no interior de São Paulo, cidade natal de Zito. 

A causa morte do ex-jogador não foi revelada, sabe-se apenas que ele recebia acompanhamento médico em casa depois que sofreu um AVC - Acidente Vascular Cerebral há menos de um ano.

Zito que participou de 727 jogos pelo ‘Santos’, onde jogou por 15 anos (1952-1967), foi campeão mundial junto com Coutinho, Pelé e Pepe e ajudou o clube a consquitas vários outros títulos. Pela Seleção Brasileira participou da conquista dos títulos mundiais de 1958 e 1962.

Conhecido por sua disciplina, segundo os ex-companheiros do ‘Santos’ era muito exigente em campo e era o único a chamar a atenção de Pelé em campo. Respeitado por todos, Zito, depois de se aposentar, assumiu um papel importante nas categorias de base do clube e ficou  conhecido por ter descoberto Neymar, Robinho e Diego.

No Twitter , o ‘Santos’ escreveu "Obrigado por tudo, Zito. Descanse em paz, eterno capitão".

 (Foto: Divulgação e Ademir Quintino)