Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Mongaguá - Greve de ônibus consegue salário atrasado

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-08-12 -01:01

Mongaguá - Greve de ônibus consegue salário atrasado

Terminou, no final da tarde desta terça-feira (11), a greve de dois dias dos 50 motoristas e demais empregados da empresa Beiramar, que faz o transporte coletivo de passageiros em Mongaguá, com 20 ônibus.

Os trabalhadores iniciaram a paralisação na manhã de segunda-feira (10), em protesto contra o atraso dos salários de julho, que deveriam ter sido pagos até o quinto dia útil de agosto, sexta-feira (7).

Como a empresa depositou os salários no meio da tarde de hoje (11), a categoria encerrou a greve geral, mas manterá, a partir desta quarta-feira (12), uma paralisação parcial.

Isso porque a empresa não aplicou o reajuste salarial de 8,5% na data-base de maio, conforme acordo coletivo de trabalho assinado com o sindicato em julho.

Para cobrar o retroativo desse reajuste, os motoristas manterão 100 da frota nas ruas, nos horários de pico. Nos demais horários, apenas 50%, até o pagamento do retroativo.

O vice-presidente e o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Santos e região, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’ e Eronaldo José de Oliveira ‘Ferrugem’ conduziram a negociação.