Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Prefeitura de Cubatão entrega chaves para 48 famílias

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-11-15 -21:23

Prefeitura de Cubatão entrega chaves para 48 famílias

Cubatão registrou neste sábado (14), a emoção de representantes de 48 famílias que há três anos foram obrigados a deixar suas casas às margens da Via Anchieta,  em função das obras na rodovia.

Entendimentos entre Prefeitura e Ecovias garantiram, a estas famílias, um apartamento de dois quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda, quitado, na Vila Santa Tereza, centro da cidade. Os imóveis foram entregues quitados, ficando a outorga das escrituras a cargo da Ecovias, empresa que administra o Sistema Anchieta/Imigrantes.

Um prédio de 3.982 metros quadrados, com seis pavimentos (oito apartamentos em cada um deles) foi construído, em uma área de 1.198 metros quadrados na Rua Padre Primo Maria Vieira, na Vila Santa Tereza, onde foi realizada a solenidade de entrega de chaves. As famílias receberam, na ocasião, um manual de proprietário e um documento no qual a Ecovias compromete-se a entregar as escrituras e a construtora DL Construtora, responsável pela obra, a garantir, por cinco anos, reparos em casos de problemas estruturais do prédio.

As 48 famílias moravam nas vilas Noel e Curtume, e há três anos precisaram ser retiradas das áreas em que moravam (algumas por mais de 50 anos) às margens da Via Anchieta. Na época, ao elaborar os projetos do novo anel viário da Via Anchieta, destinado a evitar os gigantescos congestionamentos perto do quilômetro 55 da rodovia, a Ecovias não conseguiu evitar a necessidade do remanejamento imediato de famílias que haviam ocupado terrenos na faixa de domínio da estrada.

Entendimentos mantidos entre a concessionária e a Prefeitura, aliados à mobilização dos moradores, levaram à seguinte decisão: a Ecovias faria novas residências e durante o tempo em que as famílias não tivessem onde ficar, após o remanejamento, morariam em imóveis com aluguéis pagos pela concessionária. E assim aconteceu.

Durante a solenidade, a prefeita Marcia Rosa (PT) tranquilizou as famílias quanto ao pagamento de taxas de condomínio, ao qual elas não estão acostumadas, por terem morado, sempre, em casas. "Os valores serão fixados por vocês mesmos, de acordo com as necessidades do prédio e suas disponibilidades". E lançou uma novidade: o nome do condomínio será escolhido pelos próprios moradores. "O nome eleito pela maioria é o que constará no projeto de denominação que enviarei à Câmara Municipal".

Entre os presentes à solenidade, o diretor superintendente da Ecovias, Rui Klein que junto com a prefeita Marcia Rosa entregou a primeira chave, do apartamento número 27, a Damião Ramos Lessa, de 67 anos, que morou por 32 anos na faixa de domínio da Via Anchieta. (Foto: José Mário Alves/PMC)