Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Prefeitura quer comprar área no Macuco por R$ 2 milhões

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-12-17 -01:51

Prefeitura quer comprar área no Macuco por R$ 2 milhões

A Câmara Municipal de Santos delibera hoje, em sessão extraordinária às 10h, outro projeto polêmico, de autoria da Prefeitura, que se for aprovado certamente terá desdobramentos na área judicial. Trata-se de um projeto de autorização para que a Prefeitura adquira um terreno irregular de 670 metros quadrados, na Avenida Siqueira Campos, 91/93, junto à Bacia do Macuco (foto), por R$ 2.120.000,00 (Dois milhões cento e vinte mil reais), para instalação de equipamentos de lazer.

Um dos mais entusiastas na aprovação do projeto, conforme se comenta na Câmara, é o vereador Carlos Teixeira, o Cacá (PSDB), ligado à Escola de Samba X-9. A Pioneira, assim chamada, tradicional agremiação do Samba na Cidade, está há anos sem quadra para realizar seus ensaios e outras promoções.

A área para a qual a Prefeitura pede autorização à Câmara para aquisição era ocupada pelo Moinho Pacífico, do empresário chinês Laurence Pih, cujas empresas estão agrupadas sob a holding Rivale Ltda. O moinho foi vendido ao Grupo Bunge. O que se comenta é que o terreno está supervalorizado e a avaliação não teria seguido os trâmites exigidos.

Esse seria um dos argumentos para anular a aprovação, caso ocorra, além do que a Prefeitura poderia se utilizar de outros instrumentos legais para a aquisição da área, como a declaração de utilidade pública para fins de desapropriação. (Foto Divulgação)