Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Greve na Codesavi por falta de 13º e cesta básica

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2015-12-22 -23:33

Greve na Codesavi por falta de 13º e cesta básica

Os 1.250 empregados da Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi) entraram em greve, por tempo indeterminado, às 7h de hoje (terça-feira 22).

Eles esperaram até o final da tarde de ontem (segunda, 21), prazo para pagamento do 13º salário completo, o que não aconteceu. A primeira parcela deveria ter sido paga em 20 de novembro.

A categoria também não recebeu a cesta básica de 25 de novembro e a próxima vencerá na quinta-feira (24), pois 25 é o feriado de Natal. Eles ficarão parados até o pagamento dos dois benefícios.

Na manhã de hoje (terça 22), a assembleia rejeitou proposta da empresa de pagamento do 13º amanhã (quarta 23) e entrega das duas cestas básicas, de novembro e dezembro, no dia 29.

“A categoria deverá ficar parada até a solução do problema”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil (Sintracomos), Macaé Marcos Braz de Oliveira.

Os trabalhadores da empresa de economia mista controlada pela prefeitura estiveram em greve, por nove dias, entre 10 e 19 de novembro, por atrasos salariais e de benefícios, inclusive suspensão do plano de saúde.

Estão paralisados os serviços de varrição de praias, passeios, ruas, avenidas, praças, limpeza de canais, galerias pluviais, recolhimento de entulhos, cata trecos, tapa buracos e reparos em equipamentos municipais.

A greve de novembro foi suspensa após proposta conciliatória do juiz do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) Wilson Fernandes, feita em audiência de instrução e conciliação no dia 18.

Às 7h de amanhã (quarta, 23), haverá nova assembleia, na base operacional da Codesavi, mais conhecida por ‘fábrica’, na esquina das avenidas Mascarenhas de Morais e Nações Unidas, Vila Margarida. (Foto: Vespasiano Rocha)