Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Cubatão ‘Danado de Bom’ terminou com sofrência e sucesso

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2016-04-10 -11:09

Cubatão ‘Danado de Bom’ terminou com sofrência e sucesso

 

O maior Festival da Cultura Nordestina fora do Nordeste, o “Cubatão Danado de Bom”, em sua quarta edição, comemorou o aniversário de 67 anos de emancipação político-administrativa de Cubatão e homenageou o escritos, poeta e dramaturgo Ariano Suassuna, terminou neste domingo (10) com show do rei da sofrência, Pablo.

Com a apresentação de 120 artistas da cidade, região e nomes da MPB: Paralamas do Sucesso, Zeca Baleiro e Nação Zumbi, Moraes Moreira e Davi Moreira e Pablo, o rei da sofrência, o evento realizado no Kartódromo Municipal (Rua Embaixador Pedro de Toledo, s/nº), reuniu grande público, inclusive público infantil que prestigiou o espaço Danadinho de Bom, cujo objetivo foi o de promover a aproximação da garotada junto à cultura nordestina, por meio de brincadeiras e jogos acompanhados por monitores. Neste ano, a grande novidade foi o teatro de arena, com apresentações de peças e espetáculos teatrais para todas as idades.

Reverência - O Cubatão Danado de Bom visa celebrar as raízes nordestinas da população cubatense, já que mais de 60% dos moradores da Cidade são nascidos naquela região do país ou são descendentes diretos. Além de representar um evento de lazer e cultura, o festival também movimenta a economia da Cidade, desenvolve o turismo e atrai visitantes da região e do estado. E movimenta o comércio e a hotelaria da Cidade, além de representar um grande apoio às entidades assistenciais do Município, que têm a oportunidade de gerar renda extra durante o festival.

O evento é promovido em parceria com Associação Comercial e Industrial de Cubatão (ACIC), Ciesp Cubatão e Santos e Região Convention & Visitors Bureau e realização da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, Governo Federal, Prefeitura Municipal de Cubatão e Associação dos Artistas e neste ano contou com patrocínio da Elog, com apoio da Unipar Carbocloro.

Foram quatro dias de muita festa, de 7 a 10, com shows de artistas consagrados, comidas típicas, dança, artesanato, teatro, exposições e muitas novidades, com todas as atividades gratuitas. (foto: Divulgação/PMC).