Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Venda da Vale não inclui os ativos da unidade de Cubatão

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2016-12-27 -00:52

Venda da Vale não inclui os ativos da unidade de Cubatão

A recém concretizada venda dos ativos de fertilizantes da Vale para a multinacional norte-americana The Mosaic Company, por US$ 2,5 bilhões, não inclui os ativos fosfatados e nitrogenados da Unidade Um, instalada há meio século em Cubatão. Estes ativos, avaliados em 2015 em US$ 108 milhões, serão separados da Vale Fertilizantes, que espera explorar sua venda só a partir de 2017.

Tais informações foram prestadas na última quinta-feira (22) ao prefeito em exercício Aguinaldo Araújo, durante a visita que fez à indústria, dando prosseguimento ao que ele qualifica como "roteiro de diálogo" com o segmento industrial do município. Ele foi recebido por Valdir Caobianco, gerente executivo de operações da unidade, e também diretor da Delegacia Regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

A unidade da Vale Fertilizantes, em Cubatão, emprega hoje 750 pessoas. Deste total, 250 trabalham nas unidades operacionais e 500, no setor corporativo (que opera para toda a área de fertilizantes da empresa no País). A visita representou um momento nostálgico para Aguinaldo Araújo. É que, por 25 anos, na época em que a empresa ainda se chamava Ultrafértil, ele trabalhou ali na função de caldeireiro.

Durante a visita, a primeira que fez desde que saiu da indústria e na condição de prefeito em exercício, Aguinaldo percorreu várias unidades e encontrou inúmeros colegas da época e que ainda trabalham ali. Após cumprimentos e braços efusivos, eles lembraram histórias dos velhos tempos.

Aguinaldo emocionou-se em alguns momentos, principalmente quando esteve no setor de oficina (pipe shop), no qual trabalhou. "A Vale faz parte da minha vida, por isso posso dizer que hoje (22 de dezembro) é um dia histórico para mim".

Acompanharam o prefeito em exercício os secretários municipais Carlos Alberto Benincasa (Emprego e Desenvolvimento Sustentável) e José Carlos Pereira (Segurança e Cidadania). (Divulgação/PMC – Foto: Aderbau Gama)