Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

São Vicente recebe o Príncipe Dom Bertrand

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2017-03-20 -01:05

São Vicente recebe o Príncipe Dom Bertrand

 

O Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, trineto de D. Pedro II e bisneto da Princesa Isabel, esteve em São Vicente, nesta segunda-feira (20), onde fez palestra no Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (IHGSV) em comemoração aos 52 anos dos títulos “Cidade Monumento da História Pátria” e “Cellula Mater da Nacionalidade” conferidos à Cidade de São Vicente. A palestra teve início às 19h, mas a chegada do príncipe à cidade aconteceu por volta das 17h, quando foi recebido pelo prefeito Pedro Gouveia, no Paço Municipal.

Acompanhado por uma comitiva formada por representantes do Instituto Histórico e da Casa Imperial do Brasil, após encontro com o prefeito, a pé foi para o IHGSV (próximo à prefeitura), onde foi recebido por grande público que lotava o salão e os terraços da casa do Barão, sede do IHGSV. No local descerrou placa alusiva à visita, recebeu representantes do círculo monárquico da região e depois da palestra abriu uma exposição. A mesa diretora da solenidade foi formada pelo presidente do Instituto, Paulo Eduardo costa, pelo secretário de Cultura do Município, Fábio Lopes e na presidência, o convidado, Príncipe Dom Bertrand, que bastante festejado, foi muito solícito, posando para fotos com os presentes que chegaram a fazer fila para tal.

Palestra - “Brasil, passado glorioso e futuro promissor” foi o tema da palestra que proferida por Dom Bertrand que atendeu ao convite da direção do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente, que na data, 20 de março, comemorava 52 anos da outorga dos títulos de “Cidade Monumento da História Pátria” e “Cellula Mater da Nacionalidade” à Cidade, por iniciativa do então deputado federal Athiê Jorge Cury.

Na palestra realizada no Salão Nobre do Instituto, Dom Bertrand discorreu sobre os primórdios da civilização brasileira aos dias atuais, destacando a importância da união das famílias em todos os momentos não apenas da história do Brasil, mas da humanidade.

Bastante aplaudido, Dom Bertrand, o mais novo membro do IHGSV, foi presenteado pela direção da instituição que sob a presidência de Paulo Eduardo Costa lhe entregou um belíssimo óleo sobre tela retratando São Vicente por volta de 1.800, de autoria do pintor Gaspar Mariano; também um desenho em crayon de seu rosto, feito por Leno de Lima (ambos os artistas participaram da entrega). Na ocasião recebeu o Diploma de Sócio Honorário.

Uma réplica da espada usada por D. Pedro lhe foi presenteada por Carlos Pereira, proprietário da Ibérica, a mais antiga e tradicional fábrica de armas medievais, cuja sede fica em São Vicente e o livro “Expressões da alma” autografado pelo autor Ricardo Duran.

Descontração – Em meio a solenidade, o momento de descontração foi proporcionado por um dos mimos entregues ao príncipe. Augusto Froes, representado Modesto Roma Filho, presidente do Santos Futebol Clube, entregou uma camisa do time, que o príncipe fez questão de mostra-la ao público e contar sua primeira vez no Maracanã (RJ), onde em companhia do pai, Dom Pedro Henrique de Orleans e Bragança.

“Era bem jovem, pré-adolescente e meu pai me levou para assistir ao jogo de futebol no Maracanã e tive a alegria de ver jogar, o Rei Pelé, na época, um jovem atleta, que já levava o nome do Santos Futebol Clube às alturas e atraia multidões. Foi inesquecível, para mim, uma das mais gratas lembranças”. Santista ou não, aplaudiram.

Exposição - Na sequência, o príncipe abre a exposição “Clássicos no Museu II” que reúne obras de grandes pintores brasileiros e estrangeiros. Paralela à exposição acontece a mostra de armas medievais da Empresa Ibéria, a mais antiga e tradicional fábrica do gênero, cuja sede fica em São Vicente.

Bastante à vontade, Dom Bertrand participou do coquetel servido após a cerimônia que contou com a participação das pianistas Flávia Leal e Marlene Akel.

Palestrante - Dom Bertrand Maria José Pio Januário Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orleans e Bragança, Príncipe Imperial do Brasil, trineto de D. Pedro II e bisneto da Princesa Isabel e Gastão de Orleans, o Conde D'Eu, filho de Pedro Henrique de Orleans e Bragança e da princesa Maria Isabel da Baviera, é o segundo na linha sucessória ao trono do Brasil. Nascido em Mandelieu, no sul da França, durante o exílio da família imperial brasileira, que por lá permaneceu retida durante a Segunda Guerra Mundial,  Dom Bertrand que veio para o Brasil logo após o término do conflito. (Fotos: Gilberto Grecco)