Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

PG - Sistema de monitoramento está entre os melhores das Américas

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2017-03-28 -01:57

PG - Sistema de monitoramento está entre os melhores das Américas

 

Considerado o maior complexo tecnológico de monitoramento da América do Sul, o Centro Integrado de Controle e Operações Especiais (Cicoe), localizado na Prefeitura de Praia Grande, foi contemplado em dois importantes prêmios da área de segurança no ano de 2016.

Foi eleito o melhor case do Brasil em sistemas de Segurança, pela Revista Digital
Security, e terceiro lugar nas Américas, pela Associação Latino Americana
de Segurança (Alas).

O prêmio da Alas foi entregue nesta terça-feira (28), pelo presidente da Digifort (empresa responsável pelos softwares do Cicoe), Carlos Eduardo Bonilha, ao diretor do Departamento de Integração da Informação, Sandro Rogério Pardini. Na ocasião, Bonilha contou que, inicialmente, o Cicoe foi inscrito para o prêmio da revista, levando o primeiro lugar em todo o Brasil. “A partir daí foi inscrito também no prêmio da Alas, conquistando o terceiro lugar na categoria Projetos Públicos com países da América
Latina e Caribe. Isso representa um grande incentivo para outros órgãos públicos. Praia Grande é um exemplo nessa área”.

De acordo com o empresário, não é apenas o número de câmeras instaladas pelo órgão que é levado em consideração, mas todo um conjunto de fatores: “Algumas cidades têm até mais recursos, mas não estão preparadas com uma rede de fibra ótica como a de Praia Grande, que permite que toda a Cidade seja coberta por softwares de ponta. O planejamento e a manutenção de um projeto como esse também devem ser levados em consideração”.

Para que o Cicoe fosse inscrito, foi necessário enviar uma série de documentos e relatórios. “Tivemos que demonstrar, por exemplo, os índices de criminalidade do Município e a eficácia do sistema”, explicou Pardini, lembrando que em Praia Grande o índice de vandalismo em prédios públicos foi reduzido drasticamente após a implantação de câmeras de monitoramento e programas de captação de presença nos ambientes.

Referência - Capaz de monitorar mais de 1.500 câmeras instaladas em diversos pontos da Cidade, o Cicoe (Centro Integrado de Controle e Operações Especiais) é referência na Baixada Santista, e até no País, quando o assunto é tecnologia associada à Segurança Pública.

O local foi inaugurado em 2002 e representa importante auxílio tanto para
a Guarda Civil Municipal, quanto para as polícias Civil e Militar. No Cicoe, chama a atenção o videowall composto por 24 monitores de 55 polegadas de alta definição capazes de transmitir as imagens digitais das câmeras com mais qualidade e precisão. A central funciona 24 horas, todos os dias da semana e é operada por equipes compostas por guardas civis, agente de trânsito e um policial militar. A rede de comunicação é interligada à da Polícia Militar, facilitando a transmissão de informações em tempo real, como em casos de acidentes ou de ocorrências criminais. No local ainda funciona uma central de teleatendimento e uma Sala de Intervenção de Crises.

Números - Em 2016 mais de 12.500 ocorrências chegaram ao Cicoe e geraram boletins de ocorrência, sem contar as situações em que a demanda foi encaminhada para outros setores, por exemplo. Deste total, 7.026 tiveram o acompanhamento do monitoramento por vídeo. (Divulgação/PMPG)