Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

O que a Cidade merece receber de aniversário?

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2018-01-25 -02:06

O que a Cidade merece receber de aniversário?

 

          Praia Grande passou por uma grande transformação nos últimos 20 anos. Deixou de lado o estigma de cidade desordenada e passou a ser sinônimo de desenvolvimento. Os moradores tiveram sua autoestima resgatada e os empresários viram seus negócios prosperarem. Milhares de pessoas procuram o Município em virtude da infraestrutura e qualidade de vida. Jovem, mas madura, a Cidade está em plena ascensão.

        Como figura, Praia Grande é um ente federativo que mostrou maturidade, responsabilidade, e tem investido maciçamente em diversas áreas, como por exemplo, educação e infraestrutra.

     Com essa trajetória de sucesso, de superação das adversidades, três “presentes” seriam muito bem vindos neste aniversário. O primeiro é a licença definitiva do Complexo Andaraguá, um condomínio logístico fechado e aeródromo, que deve gerar cerca de 15 mil empregos e melhorar ainda mais a qualidade de vida da população. O complexo deverá concentrar empresas de diversos segmentos em um local com fácil acesso às importações e exportações.

          Outra coisa é a extensão do VLT (Veículo Leve Sobre Trilho) até o terminal Tude Bastos, no Bairro Sítio do Campo, em trajeto de aproximadamente 3,8 km, o que beneficiaria diretamente não somente os moradores e visitantes de Praia Grande, mas também todo o Litoral Sul, interligando a região ao restante do projeto VLT, já que com o sistema atual 2,8 milhões de pessoas por mês ficam fora da integração do transporte.

      Por fim, a implantação do BRT (Veículo Leve sobre Pneus) até o bairro Solemar possibilitaria a capacidade e a velocidade do VLT com a praticidade, baixo custo e simplicidade de um sistema de linhas de ônibus. O transporte operaria por uma faixa de rodagem exclusiva (corredor de ônibus) para evitar o congestionamento do tráfego. Assim, seria possível maior flexibilidade, por não exigir a implantação de trilhos e comodidade já que teria ar-condicionado, atenderia 280 pessoas em cada carro, e o pagamento da tarifa seria pré-embarque e com estações com acessibilidade.

        Estes são alguns projetos que atenderão aos anseios de toda a população de Praia Grande e beneficiarão a Região Metropolitana da Baixada Santista.

*Alberto Mourão – Prefeito de Praia Grande