Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Jornal de estudantes do Humaitá aborda cotidiano escolar e do bairro

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2018-06-09 -00:39

Jornal de estudantes do Humaitá aborda cotidiano escolar e do bairro

 Nesta última terça-feira (7), o prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa foi entrevistado pela equipe do “O Caicano”, jornal elaborado por alunos da EMEF Caic Ayrton Senna da Silva, que fica no Humaitá, Área Continental do município. O dia a dia da escola e do bairro é a pauta do jornal, cujo projeto teve início no primeiro semestre, nas aulas de Língua Portuguesa, e envolve, além das técnicas narrativas, a produção de material audiovisual.

“É uma honra receber os alunos do Caic e conhecer os projetos de comunicação desenvolvido dentro das escolas. A ideia é ampliar ainda mais. Me alegra ver os jovens estimulados pelos educadores em iniciativas como essa que, de alguma maneira, podem auxiliá-los na escolha de uma profissão”, ressaltou o prefeito.  Durante a visita ao Paço, os estudantes conheceram os departamentos da Prefeitura, entre eles o de Comunicação, onde puderam saber um pouco do trabalho desenvolvido por jornalistas, fotógrafos e publicitários.

O chefe do Executivo recebeu os estudantes em seu gabinete. O grupo fez perguntas sobre vários temas, entre eles saúde e a manutenção de vias do bairro. O material será utilizado na próxima edição do “O Caicano”, que é impresso mensalmente em folhas de papel sulfite. Os estudantes também gravaram vídeos que, após edição, serão divulgados na página do projeto no Youtube.

Projeto - “O jornal fala do cotidiano do bairro e da escola. A gente produz vídeo. Sou o responsável pela edição. Estou gostando da experiência”, disse Arthur Gonçalves, de 15 anos, aluno do 9º ano. Ele exerce a função de editor no projeto e já faz planos para se tornar um profissional do audiovisual.

“O Caicano” tem diversas editorias, mas é da Política que a estudante do 5º ano Vitória Castro, de 11 anos, gosta mais: “Quando a professora deu a ideia gostei muito. Faço parte da editoria de Política. A turma é dividida para trabalhar os temas. Nós também produzimos vídeo para o nosso canal no Youtube. Eu tinha a ideia de ser delegada, mas agora, em contato com o projeto, mudei de ideia e pretendo ser jornalista”.

A ideia do jornal nasceu no início do ano letivo, nas aulas da professora de Língua Portuguesa Leila Fernandes. “Pela base curricular temos que trabalhar o gênero reportagem e as diversas narrativas. Como já havia feito o projeto em outra escola, decidi desenvolver com eles também. Os alunos gostaram e formaram o jornal. Eles fazem reunião de pauta e o jornal é produzido mensalmente com entrevistas e temas que eles escolhem”, destacou a docente. (Divulgação/PMSV)

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif