Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Estivadores fazem passeata após assembleia

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2018-08-11 -22:32

Estivadores fazem passeata após assembleia

 Após assembleia que lotou a sede, escadarias, corredores, calçada e rua, o Sindicato dos Estivadores organizou passeata dos avulsos e vinculados pelo Centro de Santos, na manhã desta sexta-feira (10).

Os mais de 5 mil estivadores reivindicam negociações com o sindicato patronal dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) para a data-base de março. Os manifestantes saíram da rua dos Estivadores, entraram na rua Amador Bueno, depois a Av. Senador Feijó e contornaram a Praça José Bonifácio, onde fica o escritório do Ministério do Trabalho.

Diante do Ministério, entoaram palavras de ordem reivindicando fiscalização nos terminais em períodos de greve, evitando a utilização de mão de obra irregular nas embarcações.

A volta dos trabalhadores foi pela rua Brás Cubas, seguindo pela rua a Amador Bueno e pararam na altura do número 333, onde funciona o Sopesp, onde os estivadores montaram, na última segunda-feira (6), uma barraca permanente. Nesse local, reivindicaram a abertura de negociações e especial atenção para a passagem de cadastrados para registrados no Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo).

A diretoria e o departamento jurídico dos estivadores detalharam, na assembleia, a audiência de instrução e conciliação, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP), ocorrida na tarde de quinta-feira (9). A Justiça do Trabalho deu prazo de cinco dias para o Sindicato dos Operadores (Sopesp) se manifestar sobre a contestação jurídica dos trabalhadores no dissídio da greve feita na semana passada. (Foro: Paulo Passos)