Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Praia Grande criará Comitê de Segurança Viária

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2018-08-18 -00:49

Praia Grande criará Comitê de Segurança Viária

A Secretaria de Trânsito de Praia Grande (Setran) iniciou reuniões para a formação de um Comitê Municipal de Segurança Viária. O objetivo é a troca de experiências e informações, além de levantamento de sugestões de ações práticas e planos de trabalho voltados a redução de acidentes envolvendo veículos em geral e pedestres A expectativa é a de que o próximo encontro, que reunirá representantes de diversos setores da Prefeitura e do Estado, aconteça em outubro.

Neste mês de agosto, participaram do encontro as Secretarias Municipais de Educação (Seduc), Urbanismo (Seurb), Meio Ambiente (Sema), Transportes (Setransp) e Assuntos de Segurança Pública (Sesap), Conselho Municipal de Segurança (Conseg),Subsecretaria de Ações de Cidadania, Defesa Civil, Ecovias, Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Polícia Militar.Dentre as ações acertadas durante o primeiro encontro está a necessidade de agendamento de reunião com setores específicos do DER para discutir melhorias efetivas para a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega e Via Expressa Sul, locais geridos pelo Estado. Além disso, ficou acertado também junto à Polícia Militar a importância de maior agilidade no envio de informações estatísticas sobre acidentes, com levantamento de vítimas leves e fatais, para o desenvolvimento de ações que visem garantir mais segurança viária.

O secretário de Trânsito de Praia Grande, Marcelo Afonso Prado, organizador do encontro destacou que as ações de segurança viária em Praia Grande são focadas nos chamados 3Es: Engenharia de Tráfego, Esforço Legal (fiscalização) e Educação de Trânsito, e que o abastecimento de informações para execução destes trabalhos contribui diretamente na redução de acidentes possibilitando um diagnóstico e a consequente intervenção necessária.

Segundo o secretário, “O Comitê funcionará como um fórum de debate, desencadeando ações sistêmicas e integradas. Nossa intenção é que os encontros aconteçam bimestralmente, período necessário para levantamentos estatísticos e elaborações de diagnósticos”. (Divulgação)