Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

União Imperial é a vencedora do Carnaval santista de 2019

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2019-02-26 -17:22

União Imperial é a vencedora do Carnaval santista de 2019

 Com o enredo “Respeitável Público, o Picadeiro é Verde e Rosa? É Sim Senhor”, a escola de samba União Imperial, colocando o circo do ator Marcos Frota na rua, conquistou o bi campeonato no Desfile das Escolas de Samba do Carnaval Santista. O desfile ocorreu na última sexta-feira (22) e sábado (23), reunindo 17 agremiações.

Quatro décimos separaram a campeã do Carnaval Santista de 2019, a União Imperial (179,9 pontos) da vice-campeã, a X-9 que obteve 179,5 pontos, no início da tarde desta terça-feira (26). Por volta das 9h20 da manhã, começou a movimentação dos sambistas em frente ao teatro Municipal de Santos, na Av. Pinheiro Machado. Pouco antes do meio dia a mureta do Canal em frente ao Teatro já era de domínio dos torcedores das escolas que impossibilitados de adentrarem ao local para acompanhar a apuração in loco, se concentraram, e a exemplo dos anos anteriores, o clima entre as torcidas foi tranquilo.

Ao meio dia, silêncio em frente ao Teatro, a apuração ida começar. La dentro, como de praxe, só diretores das agremiações, sendo quatro por escola, imprensa e os funcionários que trabalham na contagem das notas. acompanhavam a apuração dos desfiles dos grupos de Acesso, 1 e Especial.

Classificação - A  campeã, União Imperial, agremiação do Marapé somou 179,9 pontos;

                       Vice-campeã - X-9, com 179,5 pontos;

                       3ª colocada -  Unidos dos Morros, com 179,3.

                       A Sangue Jovem, com 175,7 pontos, a foi rebaixada para o Grupo de Acesso em 2020.

A Escola de Samba Mãos Entrelaçadas foi a vencedora do grupo de acesso, com 177,4 pontos, resultado dá direito a uma vaga no grupo especial em 2020 e a  Unidos da Zona Noroeste, que somou 173,7 pontos, foi rebaixada para o grupo 1 no próximo ano. A agremiação foi descontada em 2,5 pontos por exceder o tempo de desfile em 5 minutos.

No Grupo 1, a Imperatriz Alvinegra conquistou o troféu, mas não conseguiu a vaga para o acesso por não ter obtido a somatória mínima de pontos para subir. Fez 174 pontos, dois a menos do exigido pelo regulamento.

Outras duas escolas do grupo 1 ficaram abaixo da somatória mínima, de 170 pontos, para a permanência no desfile do próximo ano.

 

               Unidos da Baixada, com punição de 55 pontos por número insuficiente de componentes em várias alas e no geral, somou 91,4 pontos. A Dragões do Castelo foi a segunda eliminada da próxima folia, com 169,7 pontos.

 

               Ainda no Grupo 1, a Império da Vila foi subtraída em 0,4 ponto por ter número insuficiente de componentes na comissão de frente. No entanto, conseguiu somatória de 173,7 e permanece no grupo 1 em 2020. (Divulgação/PMS)