Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Praia Grande recebeu cinco respiradores do Estado

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2020-06-05 -00:55

Praia Grande recebeu cinco respiradores do Estado

            A Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande recebeu do Governo do estado, cinco respiradores, aparelhos  que serão utilizados exclusivamente em pacientes críticos diagnosticados com covid-19.


         “Hoje os nossos leitos de UTI para covid-19 contam com respiradores que acabamos remanejando de outras unidades e setores. Esses cinco aparelhos vão permitir uma melhor estrutura das unidades de saúde e, consequentemente, um suporte mais adequado a todos os pacientes”, explicou o secretário da pasta, Cleber Suckow
Nogueira.

          Além dos leitos de UTI disponíveis no Hospital Irmã Dulce, mais 188 leitos
clínicos foram montados nos dois Hospitais de Campanha de Praia Grande: 100 leitos
no Ginásio Falcão e 88 leitos no Ginásio Rodrigão (Tupi). Camas, poltronas,
cadeiras de rodas, mesas, cilindros de oxigênio e todo o material necessário para
o funcionamento dos leitos foram instalados. A unidade do Ginásio Falcão já está
recebendo pacientes.

         As duas unidades não terão portas abertas para o fluxo da população, que deverá
continuar buscando atendimentos nos três prontos-socorros da Cidade: a UPA
Samambaia, o PS Quietude e a Porta de Entrada do Hospital Irmã Dulce (PS Central).

        A Cidade conta também com o Hospital para síndromes respiratórias que está em
funcionamento desde o início de abril. A unidade dispõe de alas adulta e infantil,
salas de medicação, soroterapia, observação, além de consultórios e ampla sala de
recepção. Outro destaque é que o local possui área para raio-x, o que agiliza a
entrega de resultados desse exame para um diagnóstico mais preciso dos médicos.
Uma unidade semi-intensiva, destinada a cuidados intensos, também integra o
equipamento. Essa unidade evita a contaminação cruzada dentro do PS Quietude, já
que o equipamento está instalado fora da unidade.

        UTI – A Prefeitura informa que o Hospital Municipal Irmã Dulce já colocou em funcionamento 30 novos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva). Com essas novas unidades, Praia Grande passa a contar com um total de 90 leitos de UTI, sendo leitos 50 Adulto, 10 Infantil e 10 Neonatal no Irmã Dulce e mais 20 leitos na rede
particular instalada na Cidade e que está credenciada junto à rede pública
Municipal de Saúde.

         Central telefônica - Em Praia Grande, os telefones 162 e 3495-2281 estão
realizando o atendimento de triagem e enfrentamento ao coronavírus. O serviço
ocorre diariamente, das 8h às 22h, por equipe multidisciplinar da Secretaria de Saúde,
composta por médicos, enfermeiros e outros profissionais do setor. Mais de 10 mil
pessoas já foram atendidas desde o início dos trabalhos.

        Por telefone qualquer pessoa da Cidade pode explicar sua condição de saúde para
uma identificação e classificação de risco de contágio. Os profissionais aplicam o
protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde no aplicativo Coronavírus-SUS. A
pessoa identificada como suspeita é agendada já no atendimento telefônico para
consulta na Usafa de seu bairro.

         A cidade adotou uma série de medidas para o enfrentamento à pandemia da covid-19, entre elas abordagens no  trânsito nas duas entradas da Cidade: na Av. Ayrton Senna da Silva (Bairro Sítio do Campo) e Padre Manoel da Nóbrega (Bairro do Trevo) para orientação aos moradores que não residem no munício a retornarem |às cidades de origem para cumprimento do isolamento social.

         Desinfecção de espaços públicos é outra medida com o objetivo de evitar a disseminação do novo coronavírus. As 28 Unidades de Saúde da Família (Usafas), além dos centros comerciais, avenidas e terminais rodoviários recebem esse cuidado. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) está utilizando drones na fiscalização e
orientação de pessoas que eventualmente estejam se aglomerando em locais públicos
da Cidade e também sobre a importância do uso das máscaras de proteção. (Divulgação/PMPG)