Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Quatro horas de greve resolveram os problemas

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2013-03-21 -23:37

Quatro horas de greve resolveram os problemas

Bastou uma curta greve, das 7 às 11 horas desta quinta-feira (21), para a empreiteira Calorisol, que presta serviços à Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão, restabelecer direitos dos 290 empregados.

A partir desta sexta-feira (22), por exemplo, ela reabilitará o plano de saúde, que estava há três meses sem pagar para a Santa Casa, com consequente suspensão do atendimento aos trabalhadores e dependentes.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial, Macaé Marcos Braz de Oliveira, comandou a paralisação e negociou com a empreiteira.

A empresa assinou documento comprometendo-se também a pagar, nesta sexta-feira (22), com uma semana de atraso, o adiantamento salarial que deveria ter quitado no dia 15. Também pagará a participação nos lucros ou resultados (PLR) que devia a alguns operários e a saldar, em 20 de abril, rescisões contratuais pendentes.

A Calorisol garantiu que pagará imediatamente algumas multas por não concessão de férias a alguns trabalhadores por mais de dois anos, conforme o artigo 137 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Comprometeu-se ainda a servir o café da manhã dos empregados nos locais de trabalho ou fornecer transporte para levá-los aos distantes refeitórios.

Mais: o salário hora dos caldeireiros, que havia sido rebaixado ilegalmente de R$ 7,96 para R$ 6,73, voltará ao mesmo valor. E o período de greve será pago. A empreiteira se comprometeu, com o presidente do sindicato, a pagar os salários sempre no dia 5 de cada mês, e não mais no quinto dia útil.

Outro compromisso assumido pela empresa com Macaé Marcos é a antecipação do pagamento do vale refeição do dia 13 para o dia 10 de cada mês.

Mesmo diante desses compromissos, o sindicato terá reunião, às 13h30 desta sexta-feira (21), com a direção da empreiteira e da RPBC Petrobrás, para acertar detalhes do acordo.

Na terça-feira (26), às 14 horas, por outro lado, haverá mesa-redonda entre as três partes na gerência regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Texto Paulo Passos. Foto: Vespasiano Rocha