Jornal Espaço Aberto

Página Inicial

Notícias

Greve no polo industrial tem audiência no TRT

Voltar para listagem de notícias Inserida em: 2013-05-06 -23:14

Greve no polo industrial tem audiência no TRT

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) marcou audiência de conciliação, para as 13h30 desta terça-feira (7), em São Paulo, sobre a greve de 10 mil operários nas empreiteiras do polo industrial de Cubatão.

As empresas, o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial (Sintracomos) e a Justiça do Trabalho tentarão chegar a um acordo.

O resultado da audiência, requerida por três empreiteiras, será apresentado na assembleia de quarta-feira (8), a partir das 6h30, no portão 10 da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC).

A greve, em Cubatão e cidades vizinhas, começou às 7 horas desta segunda-feira (6), com apoio de vários sindicatos locais e de São Paulo, ligados à central Força Sindical.

Em assembleia na sexta-feira (3), os trabalhadores rejeitaram contraproposta das empresas, prevendo reajuste salarial baseado no INPC de maio, data-base da categoria, mais 10% desse índice.

Se o INPC do mês, ainda a ser divulgado, for de 7%, a correção salarial seria baseada nesse percentual, mais 10% dele, ou seja, 0,7%. A proposta foi rejeitada por unanimidade.

“Queremos reajuste pela inflação de 12 meses, mais aumento real de 8%, vale-alimentação de R$ 20 e correção da grade salarial”, diz o presidente do Sintracomos, Macaé Marcos Braz de Oliveira.

As empresas propuseram correção do vale refeição conforme o INPC mais 10% dele e grade própria. “A responsabilidade pela greve é das empreiteiras, principalmente as da Petrobras”, diz o sindicalista.

O presidente nacional da central Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, chegou logo depois das 7 horas à concentração, em frente ao portão 10 da refinaria.

Mais conhecido por Paulinho da Força, e também deputado federal (PDT-SP), ele chegou acompanhado pelo secretário-geral da FS, João Carlos ‘Juruna’ Gonçalves. (Texto: Paulo Passos. Fotos: Vespasiano Rocha)